Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores. A antologia “Assassinatos no Brasil Colonial” será composta por uma média de 30 (trinta) contos.

Sinopse:

Em um passado longínquo, Dom João VI tomava seu desjejum quando teve conhecimento, por meio de um dos seus mensageiros, de que uma estranha morte havia acontecido na realeza. A jovem Leonor, dama voluptuosa que cuidava de suas filhas, perecera em seus aposentos. O médico que a viu no pós-morte não constatou nada de errado em seu corpo, e logo toda a corte se perguntava o que teria acontecido a ela.

A curiosidade em cima da morte de Leonor durou cerca de quatro dias, quando surgiram notícias de uma segunda morte: Afonso, professor de equitação dos príncipes, fora encontrado morto no estábulo, ao lado do cavalo mais valioso de Dom João VI. Ao contrário de Leonor, que não possuía sinal dos motivos que a levara a morte, Afonso estava deitado em cima de uma vigorosa poça de sangue, oriunda de um corte profundo em sua garganta.

Os dias se passaram e, a cada manhã, Dom João VI aguardava a notícia de mais mortes. Os guardas haviam contado catorze assassinatos, todos silenciosos e, muitas vezes, sem qualquer vestígio. Alguns mortos pareciam estar somente dormindo em suas camas, como se fossem acordar a qualquer momento. Outros, se afogavam em seu próprio sangue.

Não havia um padrão nos crimes.

O rei mandou interrogar cada morador e trabalhador do palácio, mas ninguém parecia suspeito. Mulheres choravam, temerosas, e homens olhavam de um lado para o outro, preocupados em serem as próximas vítimas. Dom João VI ordenou que o assassino fosse encontrado a todo custo, oferecendo aos guardas, não somente uma boa quantia em ouro, como também títulos de nobreza a quem desvendasse o mistério.

Quem seria o(a) assassino(a) da realeza?

OBS: Como teremos histórias escritas por diferentes autores, o(a) responsável pelos crimes não poderá ser desvendado nos contos =)

Inscrições:

15/04/2020 a 30/04/2020

Divulgação do resultado:

10/05/2020

Organização:

Bruny Guedes

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.2 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (nome que quer que apareça no livro) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.3 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.4 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.5 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.6 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.3 – Será realizado um financiamento coletivo (crowdfunding) para que a obra seja publicada em formato impresso e digital;

3.4 – Caso o financiamento coletivo (crowdfunding) atinja a meta necessária para publicação (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.5 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo (crowdfunding), mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida e financiarmos o livro;

3.6 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.7 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro (físico ou digital), conforme constará em contrato;

4.2 – Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF);

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 10 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Dúvidas? 

Faça uma releitura do edital, todas as regras estão presentes no mesmo: o formato do texto, o processo de envio e etc. A sinopse é bastante descritiva para conduzir o processo criativo, basta segui-la. Não passaremos mais informação sobre o concurso, nem por e-mail, nem por whatsapp e nem pelas redes sociais, seria injusto com os demais participantes que não receberam maiores explicações além do edital. Estude o tema, escreva e envie seu texto.

 

Concurso Encerrado

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário: