Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores. A antologia “Lascívia” será composta por uma média de 30 (trinta) contos.

Sinopse:

A palavra erotismo vem do francês “érotisme”, que significa “desejo amoroso”. O erotismo é o estímulo sexual sem apresentar o sexo de forma explícita, que é o que o diferencia da pornografia. O termo não representa apenas um estado de excitação sexual, mas também a exaltação do sexo no âmbito das artes, como na literatura e na pintura. E é justamente através desse apelo artístico que o conteúdo erótico se distingue da pornografia, na qual tende a haver uma maior preocupação sexual do que estética.

As primeiras representações artísticas de clara intenção erótica foram realizadas pelos Gregos e Romanos. Estas se encontram nas ornamentações de vasos de cerâmica, em pinturas murais, como nos frescos da Villa dos Mistérios em Pompeia (Museu Secreto de Nápoles) e nas esculturas inspiradas em cenas mitológicas de jogo amoroso.

Na literatura, é preciso distinguir a ficção poética das que possuem sentido didático, como o Kama Sutra. O Cântico dos Cânticos (ou Cantares de Salomão), quarto livro da terceira seção da Bíblia hebraica e um dos livros poéticos e sapienciais do Antigo Testamento da Bíblia cristã, possui em sua composição uma profunda dimensão erótica.

A poesia erótica encontrou no mundo romano uma nova dimensão ao incorporar elementos da linguagem coloquial que facilitaram a expressão da sensualidade. Durante a Idade Média, o gênero evoluiu para uma liberdade maior na poesia dos goliardos, ao mesmo tempo em que surgiu quase contemporaneamente a poesia do amor cortês, em que a inspiração erótica acontecia de uma forma altamente sublimada e codificada, sendo reflexo da sociedade feudal e cavalheiresca na qual se desenvolveu. No Renascentismo e no barroco, a poesia erótica atingiu o seu último momento de esplendor, pois nos séculos seguintes perdeu a sua especificidade como gênero distinto da poesia amorosa. Nos séculos XIX e XX o gênero foi cultivado por um extraordinário número de escritores, como Oscar Wilde e Alfred de Musset, mostrando vitalidade diferente das de outras narrativas.

O objetivo da Cartola Editora nesse concurso é trazer ao público novas narrativas do erotismo, com contos que levem à excitação sem apresentar o sexo de forma explícita, queremos sensualidade e não contos eróticos.

E por que “Lascívia”? A palavra é sinônimo de luxúria, uma emoção de intenso desejo pelo corpo. Segundo a doutrina católica, é um dos sete pecados capitais e consiste no apego aos prazeres carnais, corrupção de costumes; sexualidade extrema e sensualidade.

Inscrições:

15/12/2019 a 31/12/2019

Divulgação do resultado:

10/01/2020

Organização:

Janaina Storfe

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.2 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (nome que quer que apareça no livro) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.3 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.4 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.5 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.6 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.3 – Será realizado um financiamento coletivo (crowdfunding) para que a obra seja publicada em formato impresso e digital;

3.4 – Caso o financiamento coletivo (crowdfunding) atinja a meta necessária para publicação (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.5 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo (crowdfunding), mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida e financiarmos o livro;

3.6 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.7 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro (físico ou digital), conforme constará em contrato;

4.2 – Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF);

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 10 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Concurso Encerrado

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário: