Pelo que vale a pena matar? Quando a humanidade se depara com o caos, tudo o que lhe resta é sobreviver. Aquilo que as pessoas antes davam maior valor, agora é considerado como trivial. Água, outrora tão desperdiçada, tornou-se um dos itens mais cobiçados pela sociedade devastada.

Durante a Terceira Guerra Mundial, o Brasil foi o principal aliado das tropas norte-americanas, entrando assim na vista das alianças inimigas. Quando todos imaginavam que o conflito se encaminhava para o fim, o país sofreu um ataque nuclear, dizimando grande parte da população.

Os recursos naturais se tornaram escassos, a rica flora brasileira se transformou num imenso deserto e a fauna foi quase completamente extinta. Os poucos que escaparam da morte seguem lutando por tudo aquilo que a maioria desperdiçava sem se importar com o futuro.

Agora, a sobrevivência caberá àqueles que têm frieza para enfrentar o caos!

Dois livros, em um total de 51 histórias escritas por autores nacionais.

Os livros estão em processo de diagramação, portanto, não possuem ainda uma versão final, porém, cada um terá uma média de 200 páginas, capa em brochura triplex de 300g e miolo pólen de 80g.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Deixe um comentário: