Existe o Mal no mundo.

Alguns dizem que o Mal é personificado em uma entidade, como o Diabo, outros dizem que é parte inerente do próprio ser humano, outros falam em espíritos obsessores. Seja qual for a verdade, o Mal existe. E quando ele domina um corpo, animado ou inanimado, espontaneamente e contra a vontade alheia, dizemos que há uma possessão.

Uma vez possuído, o corpo in tela apenas pode se livrar da entidade que o possui por meio de um ritual de exorcismo. O “Rituale Romanum”, escrito no ano de 1614 durante o papado de Paulo V, elenca todos os rituais normalmente administrados por um padre, incluindo o único ritual formal para exorcismo autorizado pela Igreja Católica Romana até o fim do século XX. O exorcismo pode ser aplicado em indivíduos, casas e demais objetos que estejam sob o domínio de entidades malignas.

Mas cuidado! Jamais pratique um exorcismo se você não sabe o que está fazendo, ou o resultado pode ser catastrófico.

Agora vão. Encontrem o Mal e façam o que deve ser feito.

“Exorcizamus te, omnis immundus spiritus, omnis satanica potestas, omnis incursio infernalis adversarii, omnis legio, omnis congregatio et secta diabolica, in nomine et virtute Domini Nostri Jesu Christi”.

A obra será composta por cerca de 30 contos contando relatos de possessão. Seriam essas histórias lembranças de um tempo sombrio ou apenas relatos de escritores criativos? Você pagaria pra ver?

Apoie esse projeto!

Artigos relacionados

Compartilhe:

Deixe um comentário: