Category

Lançamentos

Lançamento: “Histórias Insólitas”

By Lançamentos No Comments

O livro Histórias Insólitas (Uncanny Stories), da escritora britânica May Sinclair, revela ao longo de sete contos extraordinários, fantásticos e misteriosos, permeados por uma aura sobrenatural e mística, as profundezas da alma humana, seus maiores medos, receios e desejos, dos mais mesquinhos aos mais puros, e nos faz questionar nossos valores, nossa visão de mundo, nossa ligação com o espiritual e, acima de tudo, o que nos espera após a morte. Com tradução de Fernanda Miranda, edição de Alec Silva e projeto gráfico de Rodrigo Barros, essa é a primeira publicação da obra no Brasil.

Confira os contos presentes no livro:

Onde seu fogo nunca se apaga ( Where their fire is not quenched)

Harriot Leigh tem um segredo – um pecado terrível que não se atreve a confessar nem na hora de sua morte. Ao atravessar para a vida após a morte, descobre que essa é mais parecida com a realidade do que poderia imaginar, e que, na imortalidade eterna e sem tempo, não há onde se esconder de seus pecados.

símbolo (The token)

Donald Dunbar tem muito apreço por seu peso de papel, um presente do grande George Meredith, o símbolo de seu vínculo com ele. Isso é, até ele se tornar a causa da morte de sua querida esposa, Cicely. O desaparecimento do Símbolo e a dúvida mantem o fantasma de Cicely preso a esse mundo e cabe a Helen, irmã de Donald, ser a ponte que a ajudará a atravessar.

A falha no cristal (The flaw in the crystal)

Agatha Verrall tem um dom, um Poder supremo que trabalha através dela para alcançar as pessoas e curar suas mentes e espíritos, contanto que ela se mantenha como um cristal puro e sem falhas. Quando os Powells alugam a casa de fazenda ao lado e a doença terrível de Howard Powell começa a se impor sobre ela, o controle de Agatha sobre o poder começa se quebrar, trazendo consequências terríveis.

A natureza da evidência ( The nature of the evidence)

Em sua lua de mel, Rosamund Marston havia dito ao marido que, caso ela morresse antes dele, ela permitiria que ele se casasse novamente, se, e somente se, fosse com a mulher certa. Pauline Silver não era a mulher certa, e agora Rosamund precisa fazer jus a sua promessa.

Se os mortos soubessem ( If the dead knew)

Wilfrid Hollyer é o organista da igreja na pequena vila de Wyck e apaixonado por Effie Carrol. Porém, sendo doente, sem um ofício, dinheiro ou terras, não poderia pedi-la em casamento, a não ser que sua querida mãe morresse e ele herdasse suas terras. Ele não queria que sua mãe morresse, claro que não, mas essa era a única chance de ele ser feliz. E, afinal, o que os mortos não sabiam, não poderia afetá-los. Ou poderia?

A Vítima ( The victim)

Steven Acroyd executara o crime perfeito, assassinara sem deixar vestígios o seu velho patrão, o Sr. Greathead, por tê-lo separado de sua noiva, Dorsy, e saíra impune por isso. Ou, pelo menos, era o que ele pensava, até começar a ver o fantasma do Sr. Greathead aparecendo pela propriedade.

A descoberta do absoluto ( The finding of the absolute)

Quais são os segredos da vida, da morte e do universo? James Spalding se fez essas perguntas e buscou a Verdade Absoluta até a hora de sua morte e, ao morrer, finalmente obteve suas respostas. Guiado pelos espíritos da ex-mulher, do poeta pelo qual ela o abandonara, e do grande filósofo Kant, ele descobre finalmente o que é o Absoluto.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Cruzadas”

By Lançamentos No Comments

Entre 1095 e 1492, houve oito Cruzadas. Tradicionalmente, uma Cruzada é o termo utilizado para designar qualquer um dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão.

No imaginário popular, lendas e histórias foram construídas ao redor dos inúmeros personagens e elementos que protagonizaram e figuraram os intensos conflitos: cruzados, templários, tesouros sagrados, bulas pontifícias, traições, assassinos e nobres em busca de poder e glória.

Na camada superficial, uma Cruzada é uma guerra santa, contudo há contos não-revelados da ação dos cristãos e de seus inimigos. Camponeses entravam no exército a serviço de seus senhores, contudo, quais as motivações em uma guerra em terras distantes? Quantas crianças se tornaram órfãs, de ambos os lados dos conflitos, e ficaram marcadas tanto pela intolerância religiosa quanto pela ambição humana? Quais segredos levaram os templários a serem acusados de heresia pelo Papa? E quão real é a lenda do homem que possuía assassinos tão leais que não hesitavam em tirar a própria vida se ele assim desejasse?

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Histórias de fantasmas”

By Lançamentos No Comments

Todos nós sentimos medo, faz parte de nossa condição humana. Tememos na mesma medida em que amamos, ou até mais. Mas diferente do amor, o medo nos paralisa, nos tira a voz, nos faz correr. Mesmo assim, todos nós conhecemos histórias que nos arrepiam, histórias que nos tiram o sono e nos fazem deixar a luz acesa. Histórias passadas de boca a ouvido, olho no olho, que contam fatos que aconteceram com o amigo do seu amigo, com o seu pai, sua avó ou sua irmã.

Histórias de lugares assombrados, espíritos esquecidos nessa terra por estarem presos aos locais em que viveram, ou quem sabe até, em busca de vingança. Não são poucos os relatos das almas de suicidas que ainda são encontrados nos lugares em que tiveram seus últimos suspiros.

Pior do que essas histórias que ouvimos, são as histórias que nós mesmos vivemos. Se você pensar bem, lembrará de alguma. Às vezes não precisa nem pensar muito, basta lembrar-se daquela janela que bateu sem vento, do prato que se quebrou “sozinho” ou daquele parente que apareceu para você poucos segundos após morrer no hospital. Não se engane, os relatos são reais.

A Antologia Histórias de fantasmas explora esses relatos, da volta de pessoas queridas ou nem tão queridas assim, bem como de locais que você não iria nem se te pagassem uma fortuna, e dos espíritos que os habitam.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “As máscaras de Holmes”

By Lançamentos No Comments

Em um mundo unido a outro através de uma fenda conhecida como Oceano Abissal, Holmes e seu fiel amigo Charles Watson investigam as ações de um criminoso peculiar: o Ladrão de Faces Alheias, que se apossa dos rostos de suas vítimas para executar algum plano perverso.

Em um jogo de aparências e pistas falsas, a dupla se envolverá em uma trama que poderá desencadear uma guerra civil entre vampiros e lobisomens, além de trazer à tona os segredos mais obscuros guardados por uma estimada sociedade de alquimistas. Mas, conforme avançam no caso, descobrem que nem tudo pode ser como acreditavam.

“As Máscaras de Holmes” é uma releitura do personagem clássico Sherlock Holmes, criado por Sir. Arthur Conan Doyle, inserida em uma história de fantasia urbana, em uma realidade alternativa.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “A Amazônia Misteriosa”

By Lançamentos No Comments

A Amazônia Misteriosa , romance do escritor carioca Gastão Cruls (1888-1959), publicado originalmente em 1925, finalmente retorna em uma nova edição, comentada e atualizada, trazendo ao leitor uma história de ficção científica brasileira, que se passa em um dos cenários mais interessantes do nosso país: a selva amazônica.

Na trama, acompanhamos inicialmente o relato em forma de diário de viagem do protagonista, chamado apenas de Seu Doutor, no qual ele narra os progressos derradeiros de uma expedição científica na floresta amazônica. Ao se perder na mata após uma caçada, com dois de seus companheiros de jornada, Piauí e Pacatuba, o tom da narrativa muda e passamos a acompanhar uma aventura nas profundezas mais misteriosas da floresta.

Capturados por indígenas que os conduzem em uma longa caminhada ao desconhecido, os três homens logo se veem diante de situações insólitas, que culminam no desaparecimento de um deles. Levados a uma tribo composta apenas de mulheres nativas da região, com exceção de um casal de estrangeiros — o pesquisador alemão Jacob Hartmann e sua esposa francesa, Rosina — e alguns poucos de seus empregados.

De início, a estadia da dupla de sobreviventes não é desagradável: tratados e alimentados decentemente, nutrem esperança em retornar à civilização, contudo a curiosidade de Seu Doutor quanto às pesquisas de Hartmann o leva a espionar o laboratório do cientista alemão, descobrindo em seu interior crianças deformadas e mantidas em jaulas como animais. A partir daí, prisioneiros das mulheres da tribo e do cientista, a dupla de aventureiros precisará contar com algumas poucas aliadas, incluindo a esposa de Hartmann, se quiser ter alguma chance de escapar com vida da selva.

A Amazônia Misteriosa é um romance de ficção científica que mescla o detalhismo científico de Verne e a fantasia de H. G. Wells para contar uma história sobre os limites éticos da ciência, apresentando um cenário belo, selvagem e fantástico, que oscila entre a utopia e a distopia, onde velhas lendas ganham novos e impressionantes significados.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Contos da bola”

By Lançamentos No Comments

Pode-se dizer que estes contos começaram a ser criados quando dei os primeiros chutes. As experiências vividas em peladas e “jogos contra”, em ruas, campinhos de terra ou de (pouca) grama, quadras de clubes, colégios ou praças; nas arquibancadas, gerais, cadeiras e tribunas de imprensa do Maracanã e de outros estádios, uns bem acanhados; nas redações; na cobertura jornalística de tantas partidas, das menos importantes a grandes finais, e a – permitam-me – fértil imaginação, fizeram a criança crescer para entrar em campo.

A viagem por todos os locais onde o futebol pode nos levar é como a da bola colocada com maestria, no ângulo, lá onde a coruja repousava, apesar do som ensurdecedor das torcidas. Alguns personagens foram inspirados em pessoas que conheci. Outros, retirados da cartola, ou melhor, da cachola. Há histórias que me foram contadas e as misturei com outras em que estava. Se aconteceram como estão escritas, não importa.

Na ficção, onde pode haver mais verdades do que no noticiário, a mentira bem contada vale mais que a realidade mal (d)escrita. Esta foi a intenção, e espero ter acertado o gol. Lá no cantinho. Ou melhor, nos continhos.

Eduardo Lamas

O livro está em processo de revisão, portanto, não possui ainda diagramação, porém terá uma média de 120 páginas, capa em brochura, triplex 300g, e miolo pólen de 80g.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Peter Pan e a Terra do Nunca”

By Lançamentos No Comments

Difícil imaginar que alguém não conheça as histórias de Peter Pan e as muitas aventuras da Terra do Nunca. O personagem é um dos clássicos da Disney, esteve em outros tantos formatos em desenho animado e também em filmes infantojuvenis. O protagonista, criado pelo escritor britânico J. M. Barrie, apareceu pela primeira vez em 1904. em uma peça teatral chamada Peter Pan, ou O menino que não queria crescer. Somente em 1911, o autor publicou o romance Peter e Wendy, conhecido por todos e com muitas publicações no Brasil.

Em 1930, Monteiro Lobato traduziu a obra à sua maneira, criando uma versão do clássico em que a Dona Benta conta para os outros personagens do Sítio do Picapau Amarelo as histórias de Peter Pan e Wendy na Terra do Nunca. Seguindo a linha de Clássicos Nacionais publicados pela editora, decidimos trazer para vocês essa edição de Monteiro Lobato, em acabamento de luxo, com capa dura e uma novidade: a publicação da peça original Peter Pan, ou O menino que não queria crescer , do autor J. M. Barrie pela primeira vez em português!

A tradução da peça está sob responsabilidade de Sara Melo de Queiroz. Essa edição conta com projeto gráfico de Rodrigo Barros, edição de Alec Silva e preparação de Samuel Cardeal.

Além disso, trazemos um novo livro: Terra do Nunca: a segunda estrela à direita , com mais de 40 novas histórias do Peter Pan com a releitura de diversos autores nacionais contemporâneos. Nessa obra, novas crianças são levadas por Peter Pan para a Terra do Nunca e vivem novas aventuras, ao lado do protagonista, além de contarem com a companhia de Sininho, dos Garotos Perdidos e tantos outros personagens. A obra também contará com capa dura para quem adquirir o livro durante o financiamento coletivo.

Essa edição conta com projeto gráfico de Lua Bueno Cyríaco e organização de Bruny Guedes.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Depois do fim”

By Lançamentos No Comments

Pelo que vale a pena matar? Quando a humanidade se depara com o caos, tudo o que lhe resta é sobreviver. Aquilo que as pessoas antes davam maior valor, agora é considerado como trivial. Água, outrora tão desperdiçada, tornou-se um dos itens mais cobiçados pela sociedade devastada.

Durante a Terceira Guerra Mundial, o Brasil foi o principal aliado das tropas norte-americanas, entrando assim na vista das alianças inimigas. Quando todos imaginavam que o conflito se encaminhava para o fim, o país sofreu um ataque nuclear, dizimando grande parte da população.

Os recursos naturais se tornaram escassos, a rica flora brasileira se transformou num imenso deserto e a fauna foi quase completamente extinta. Os poucos que escaparam da morte seguem lutando por tudo aquilo que a maioria desperdiçava sem se importar com o futuro.

Agora, a sobrevivência caberá àqueles que têm frieza para enfrentar o caos!

Dois livros, em um total de 51 histórias escritas por autores nacionais.

Os livros estão em processo de diagramação, portanto, não possuem ainda uma versão final, porém, cada um terá uma média de 200 páginas, capa em brochura triplex de 300g e miolo pólen de 80g.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “O Doutor Benignus”

By Lançamentos No Comments

Em 1875, Augusto Emílio Zaluar escreveu e publicou no Brasil o romance O Doutor Benignus , influenciado pelas obras iniciais de Júlio Verne, Cinco semanas num balão (1863) e Viagem ao redor da lua (1870), e principalmente por Camille Flammarion, astrônomo francês, que publicou, entre outros, o livro A pluralidade dos mundos habitados (1862), referido explicitamente nas páginas do romance.

Publicada no jornal O Globo, em fascículos, a obra é considerada o primeiro romance brasileiro no qual se exprimem claramente as várias convenções do gênero ficção científica, à época em formação: o cientista como protagonista, a máquina de ver o futuro e o primitivo mundo perdido. É, de fato, a primeira obra de literatura fantástica escrita no Brasil.

O livro defende o conhecimento científico como forma de alcançar o progresso, construindo assim a identidade de um país. Escrito com uma visão nacionalista, Benignus, médico e cientista amador, pretende provar que o homem americano teria surgido no Brasil e daqui migrado para outros continentes. Fora da ficção, a ideia era debatida no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), e fundamentada pelo paleontólogo dinamarquês Peter Wilhelm Lund (1801-1880), que defendia essa proposta com base nos esqueletos humanos encontrados em cavernas da região de Lagoa Santa, no estado de Minas Gerais.

Benignus, com uma comitiva de trinta pessoas, parte para uma expedição pelo interior do Brasil e, enquanto percorrem as matas de Minas Gerais e de Goiás à procura de indícios de extraterrestres, o personagem principal identifica florestas no planeta Marte através de seu telescópio, concluindo que o planeta seria habitado. Pouco depois, reconhece manchas na superfície solar, acreditando que o seu núcleo também poderia ser habitado. O livro traz para o leitor o sonho de Benignus, a visita de um ser espiritual proveniente do Sol que o parabeniza por sua “impaciência de saber”, animando-o a infiltrar o bem na alma de seus semelhantes.

O livro foi publicado pela última vez em 1994, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, e se encontra esgotado. Nossa edição contará com uma minibiografia do autor, algumas ilustrações e notas explicativas. A obra está em processo de editoração, portanto, não possui ainda diagramação, porém terá uma média de 300 páginas, capa dura e miolo pólen de 80g. Essa edição contará com projeto gráfico de Rodrigo Barros, edição de Alec Silva e preparação de Samuel Cardeal.

 

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “O olho de Hórus”

By Lançamentos No Comments

Entre as areias do deserto e à margem do divino rio Nilo uma poderosa e rica cultura há milênios se mantém, abençoada por um panteão peculiar de deuses.

O tempo passou, as religiões mudaram, mas o Egito Antigo e seus deuses seguem em nosso imaginário. Quem nunca se deixou levar pelo mistério da escrita hieroglífica ou se assombrar pelos deuses metade humanos e metade animais?

O olho de Hórus: histórias da mitologia egípcia” reúne novas histórias que beberam das águas sagradas do Nilo, recontando os mitos sobre milenares deuses e faraós egípcios. Nas páginas dessa duologia você encontrará histórias sobre os deuses Osíris, Seth, Maat, Anúbis e tantos outros e também sobre os famosos faraós Tutankhamon e Akhenaton. Sobre o Nilo e as Pirâmides, e a escrita sagrada.

Uma viagem no tempo e no espaço, escrita pelas mãos de 50 autores brasileiros contemporâneos apaixonados pelo Egito Antigo.

 

 

Apoie esse projeto!

Compartilhe: