Category

Lançamentos

Lançamento: “(Des)encontros em Tóquio”

Por Lançamentos Sem comentários

Era 17 de Dezembro de 2016, quando Yukari Hanazawa pisou em solo japonês pela primeira vez. A história começa muito antes disso, quando ela ainda era uma bailarina prodígio, alçando voo para o sucesso.

Como qualquer garota que faz o que ama, ela nunca imaginou que chegaria o dia em que não dançaria mais. Era inimaginável que em algum momento viveria sem o balé, mas o dia chegou, mais cedo do que deveria. Era estranho como seis anos após a decisão que mudaria sua vida, aquilo ainda a assombrava.

Diante de um futuro nublado, de pais que não a entendiam e de um vazio no peito, Yukari se viu sem saída, e decidiu pegar o primeiro avião para o Japão, indo morar com sua irmã. Ela não esperava que essa decisão, feita de cabeça quente, fosse mudar completamente sua vida e colocar tudo de cabeça para baixo. Yukari só queria ser invisível, mas um rapaz de olhos verdes não permitiu isso.

Todos têm algum fantasma que os assombram. Qual seria o seu?

 

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Os casos ocultos de Sherlock Holmes”

Por Lançamentos Sem comentários

Criado em 1887, por Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes logo se tornou um dos personagens mais famosos e adorados da Inglaterra e, posteriormente, de todo o mundo. Ao lado do Dr. John Watson, seu amigo, companheiro de investigações e biógrafo, o detetive inglês desvendou os mais diversos casos, e muitas vezes o sobrenatural flertou com o natural, desafiando a lógica.

Mas, e se nem todo caso inicialmente sobrenatural fosse, no fim, passível de uma explicação mundana? E se nem todo cão fantasmagórico fosse um mero truque de ilusão de mentes diabólicas? Como a dupla de investigadores lidaria com fenômenos além da compreensão humana, com a existência de um mundo habitado por forças ocultas?

De 1880 a 1914, Sherlock Holmes se envolveu em inúmeros casos desafiadores por toda a Inglaterra. A seu pedido, Watson nunca os mostrou ao mundo até agora!

Os casos ocultos de Sherlock Holmes busca esses surpreendentes relatos sobre uma Londres que não dorme e não teme a racionalidade, sobre seres obscuros e segredos aterrorizantes. Onde termina a picaretagem e onde começa o inexplicável? E para a mente mais sagaz do mundo, afinal, quão inexplicável um fenômeno pode ser?

 

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Condenados”

Por Lançamentos Sem comentários

Era um dia como outro qualquer nos laboratórios da USP. Estudantes e professores analisavam amostras de sangue de pessoas que participavam dos testes para uma nova vacina. Tudo estava saindo conforme o planejado. A fase de testes em roedores foi um sucesso, deixando todos animados com essa nova descoberta, que poderia, enfim, dar uma nova esperança para portadores do HIV. Enfim, a humanidade teria a cura da AIDS.

Alguns dias após as primeiras doses serem administradas, todas as pessoas que receberam a nova vacina adoeceram. Começou com uma febre leve, que logo evoluiu para uma temperatura corporal tão elevada que causava alucinações. Dores lancinantes nas articulações, vômito recorrente, hemorragia interna, coma e morte.

Assim que o primeiro paciente faleceu, os testes da vacina foram encerrados e começaram as autópsias para analisar o que estava acontecendo, já que os testes em animais haviam sido promissores. O pânico real da equipe de cientistas começou quando o primeiro falecido voltou à vida. Ele não era mais uma pessoa. Abriu os olhos e começou a se movimentar aos poucos, chocando todos os legistas e estudiosos presentes.

Uma das alunas aproximou-se para verificar o pulso do paciente, mas não teve tempo de se espantar por não sentir nada sob sua pele. O morto a encarou, com os olhos revirando nas órbitas, e segurou seu braço, puxando-a e mordendo ferozmente sua jugular. A pobre moça caiu morta quase que imediatamente. Seu algoz logo levantou-se, com sangue e pedaços de pele e músculo caindo de seus lábios, e avançou em direção à próxima vítima. As pessoas começaram a correr, desesperadas. Não sabiam o que estava acontecendo, mas não ficariam ali para descobrir.

Em poucos minutos, alguns retardatários na fuga viram a aluna levantar-se, e fizeram menção de ir até ela, mas notaram algo anormal em sua forma trôpega de se mover. Quando ouviram um som gutural saindo de sua garganta rasgada, perceberam que ela não era mais a doce estudante que sonhava em salvar vidas com suas pesquisas. Ela agora era uma fera, como a que tinha causado sua morte.

Depois do episódio, a vida não seria mais a mesma em todo o país, a infecção se espalhou exponencialmente por todos os estados. A pedido da OMS, as fronteiras foram fechadas por imposição da ONU. A quarentena tinha por objetivo entender o que estava acontecendo, para que se pudesse trabalhar no desenvolvimento de uma cura, além de estudar uma forma de resgatar os sobreviventes.

Venha conhecer histórias de vidas perdidas e de pessoas desesperadas, tentando salvar seus entes queridos da transformação monstruosa, criada pelo próprio ser humano.

 

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Poesia no hospital”

Por Lançamentos Sem comentários

Poemas de uma enfermeira que acredita que sempre podemos fazer algo a mais. Não apenas um banho a mais, ou uma troca a mais, mas também, um sorriso a mais, um abraço a mais, um afeto a mais, uma poesia a mais. O processo do adoecimento é doloroso e cheio de sentimentos negativos, por isso, todo o possível deve ser feito para amenizar a dor, acalmar o sofrimento, e acalentar o coração.

Ele estava em um estágio de adoecimento muito avançado, como o primeiro homem, se chamava Adão. Foi com ele que descobri o valor, o sentido e a razão. Foi após um plantão, corrido, carregado e muito difícil. Após registar o ponto, retornei ao quarto para ler um cordel chamado “Morte e Vida Nordestina”. Li, conversei e fui embora.

Qual não foi a minha surpresa, quando o seu filho me contou que quando eu sai, ele conversou muito com sua esposa e lhe contou sobre a minha história, sobre a força do povo nordestino enquanto enfrentavam a seca. E então, ele lhe falou: “como esse povo é tão forte e sempre resiste sem desistir, e eles sempre conseguem, a minha vida também é assim. Preciso ficar forte e lutar contra essa doença, pois eu também vou conseguir”.

Foi rápido, foi curto, mas foi incrível o quanto cada poesia e cordel lhe animavam e lhe deixava feliz. Deixou uma saudade sem fim, que se transformou no “Cordel do Adeus”.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Uma Estrela Vermelha”

Por Lançamentos Sem comentários

É com um imenso prazer que apresentamos a nossa primeira obra traduzida. O foco da Cartola Editora sempre será o autor nacional, descobrindo novos valores e fortalecendo o cenário da literatura brasileira. No entanto, nós decidimos que, sempre que possível, traremos aos nossos leitores obras clássicas, não só de escritores brasileiros, como também de escritores publicados no mundo inteiro. E esse é só o primeiro.

Em 1908, Alexander Bogdanov criou a distopia Estrela Vermelha (Красная звезда). O romance de ficção científica descreve a história de Leonid, um cientista revolucionário russo que viaja à Marte para aprender e experimentar a sua ideologia de um sistema socialista. Durante a viagem, ele se apaixona pelas pessoas e pela eficiência tecnológica que encontra neste novo mundo.

O protagonista é também o narrador da história, confessando logo nas primeiras páginas que suas diferenças ideológicas em relação à revolução eram extremas demais para que ele vencesse, refletindo um pouco da história do autor. É nesse ponto que o protagonista, informalmente conhecido como Lenni (esse nome te lembra alguém?), é visitado por Menni, um marciano, disfarçado no planeta Terra. Menni convida Leonid para ajudar em um projeto destinado a estudar e visitar outros planetas, como Vênus e Marte. E é aí que a nossa história começa. Note que a obra foi publicada anos antes da revolução russa, que se iniciou com a derrubada do governo monarquista do Czar Nicolau II e culminou na criação da União Soviética.

A primeira edição da obra foi publicada em 1908, em São Petersburgo, sendo republicada, dez anos depois, em Petrogrado e em Moscou, com uma nova edição em 1922, em Moscou. Em 1913, Alexander Bogdanov publicou uma sequência, intitulada O Engenheiro Menni, que detalhava a criação da comunidade comunista em Marte, ocorrendo cronologicamente antes da história retratada em Estrela Vermelha . O autor tinha ainda a pretensão de fechar a história com um terceiro livro, e chegou a escrever um poema chamado Um Marciano Encalhado na Terra, um esboço do novo romance, que não chegou a ser concluído, em virtude do seu falecimento. O livro foi adaptado para o teatro em 1920 e só foi novamente reeditado em 1979, em uma versão adaptada para uma coleção de ficção científica.

Este livro influenciou diversos outros autores, como o estadunidense Kim Stanley Robinson, especialmente conhecido pela premiada obra Trilogia de Marte, que tem como protagonista Arkady Bogdanov, em uma clara homenagem a Alexander Bogdanov.

A primeira tradução do livro foi publicada em Frankfurt, na Alemanha, em 1929, sendo reimpresso em 1972 e 1974, com o título Der rote stern. Curiosamente, uma versão em Esperanto, Ruĝa Stelo, também foi lançada em 1929, na cidade independente de Lípsia, no estado da Saxônia, no mesmo país. A tradução foi realizada por Nikolaj A. Nekrasov, e publicada pela Sennacieca Asocio Tutmonda Eldonafako Kooperativa.

Em 1982, apareceu sua primeira versão em inglês, editada por Leland Fetzer, como parte de uma antologia focada em obras de ficção científica pré-revolucionárias. No mesmo ano, uma nova edição em alemão surgiu com o título Der rote stern: ein utopischer, traduzida por Hermynia zur Mühlen. Uma nova tradução para o alemão, Der rote stern, feita por Josef Meinolf Opfermann, foi publicada recentemente, em 2016.

Em 1984, o livro foi traduzido para o inglês como Red Star: The First Bolshevik Utopia , com o trabalho de Charles Rougle. Essa versão, publicada sob a chancela da Universidade de Indiana, foi editada por Loren R. Graham e Richard Stites, repetindo o trabalho de outras antologias, publicando no mesmo livro Estrela Vermelha O Engenheiro Menni, e adicionando ainda o poema Um Marciano Encalhado na Terra.

Outras traduções surgiram ao longo dos anos, como a versão em espanhol, Estrella Roja, publicada em 2010 e novamente editada em 2016. O Engenheiro Menni, também foi traduzido para diversas línguas, no entanto, assim como seu antecessor, não possui uma versão em português, até agora.

Quando decidimos traduzir a obra para o português, pensamos inicialmente em publicar os livros separados em dois volumes, entretanto, por serem curtos, decidimos levar ao público uma versão semelhante à última versão publicada nos EUA, com os dois livros na ordem em que foram lançados e também o poema adicional, fechando a obra em um único volume.

Essa é a primeira versão lançada para o português, contando com o trabalho de tradução de Thais Rocha e edição de Alec Silva e Rodrigo Barros, levando o título: Uma Estrela Vermelha.

Nossa edição conta ainda com uma minibiografia do autor, algumas ilustrações e notas explicativas. O livro está em processo de tradução, portanto, não possui ainda diagramação, porém terá uma média de 230 páginas, capa dura e miolo pólen de 80g. Uma edição exclusiva que estará disponível apenas durante o financiamento coletivo.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “De Cadu a Duda”

Por Lançamentos Sem comentários

“Cadu gosta de rosa, bonecas e outras coisas consideradas “femininas”. Seus gostos e preferências não eram convencionais aos meninos de sua idade. Claro, a situação incomum mexeu com seus pais e provocou uma profunda reflexão familiar sobre a condição de Cadu. A família precisará buscar novos conhecimentos e se preparar para conceber uma nova forma de construir o mundo para Cadu, descobrindo profundamente a sua essência: Duda.”

Sinopse do Livro “De Cadu a Duda: a história com final feliz de uma garota trans” , por Victhor Fabiano (autor premiado pelo 2º Edital de Publicação de Livros da Prefeitura de São Paulo, pelo qual publicou o romance Igreja da Vila, pela Barn Editorial)

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Verdades que não querem que você saiba”

Por Lançamentos Sem comentários

Teoria da conspiração, também chamada de “teoria conspiratória” ou “conspiracionismo”, é uma hipótese explicativa ou especulativa que sugere que há duas ou mais pessoas ou até mesmo uma organização que têm “tramado” para causar ou acobertar, por meio de planejamento secreto e de ação deliberada, uma situação ou evento tipicamente considerado ilegal ou prejudicial.

Todo mundo gosta de uma teoria da conspiração. Elas dão a sensação de que algo muito secreto está acontecendo em todos os lugares.

Provas? Ninguém tem, mas quem precisa delas quando se tem uma boa história para acreditar?

O homem nunca chegou à lua? O atentado de 11 de setembro foi orquestrado pelos EUA? Jesus casou com Maria Madalena? A CIA matou John Lennon, Janis Joplin e Jimi Hendrix? Getúlio Vargas foi assassinado? O Brasil vendeu a final da Copa de 1998 para a França? Hitler fugiu para a Argentina e forjou a própria morte? Elvis está vivo? Paul McCartney está morto?

Existe um projeto secreto estudando extraterrestres na Área 51? E em Varginha? A URSAL existe mesmo? Bolsonaro inventou uma facada para evitar os debates e chegar à presidência? E os Illuminatis e a Nova Ordem Mundial?

O que não faltam são histórias para nos deixar com a pulga atrás da orelha. Venha conhecer algumas delas!

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Tykhe”

Por Lançamentos Sem comentários

Diana esteve sozinha toda sua vida. Ela não era uma criatura sobrenatural comum, e por isso perdeu sua casa e seus pais de maneira brutal, sendo forçada a fugir pelo mundo. Porém, o que aconteceria se ela encontrasse um local seguro para ficar?

E se as pessoas que encontrassem lá fossem, na verdade, mais importantes em sua história do que estava disposta a admitir?

Ela está prestes a descobrir que sua vida não é exatamente como sempre supôs que fosse.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “O mundo onde o tempo parou”

Por Lançamentos Sem comentários

Quando o Coronel Percy Harrison Fawcett se aventurou em busca da fantástica cidade perdida de Z, ele não sabia bem ao certo o que procurava. Antes desse destemido e sonhador explorador, outros buscaram cidades e civilizações lendárias, tribos de mulheres guerreiras, entradas para mundos abaixo do nosso, caçadas a animais míticos e toda sorte de aventuras peculiares. Em grande número, a Floresta Amazônica sempre foi palco de mistérios que desafiam ora a ciência, ora os limites da fantasia.

Z existe, e abaixo dessa misteriosa cidade, cada vez mais fundo, galerias ocultam criaturas pré-históricas remanescentes de eras anteriores à escrita. Pois Z é muito mais do que dizem as lendas de conquistadores espanhóis e portugueses, e nela existe algo que preserva aquilo que o resto do mundo há muito esqueceu. E a cidade possui mais território do que se possa imaginar, estendendo-se por regiões além, com relatos de eventos extraordinários na Chapada Diamantina, inclusive.

Não importa a época, não importa os personagens, O mundo onde o tempo parou traz histórias sobre o sonho de se encontrar um mundo perdido, habitado por dinossauros e outros animais pré-históricos; sobre o encontro do civilizado e o não-civilizado; sobre pessoas buscando o elo perdido ou apenas ouro abundante.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Lançamento: “Superpoderosas”

Por Lançamentos Sem comentários

“… em nome da lua!” “Liberte-se!”

Energias negativas e criaturas estranhas ameaçam o Brasil de Norte a Sul. Apenas as escolhidas, garotas normais à primeira vista, poderão enfrentá-las e salvar suas cidades!

São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Foz do Iguaçu, Maringá, Congonhas, Gramado, Osasco, Nova Belém, Riviera de São Lourenço, Grama Verde, Nova Friburgo…

São muitas as cidades que abrigam suas próprias garotas mágicas: meninas dotadas de poderes especiais para lidar com as ameaças.

Sozinhas ou em grupo, às vezes acompanhadas por bichinhos fofos, elas são diversas como o país que defendem, mas com algo em comum: a magia de se transformar em guerreiras mágicas e o amor pelas pessoas que protegem.

Ao longo de 34 contos, de 33 autores brasileiros de diversos cantos do país, você conhecerá as SUPERPODEROSAS, cada uma única e especial, cheias de magia e fantasia.

Apoie esse projeto!

Compartilhe: