A Cartola Editora está concorrendo ao Prêmio Oceanos de Literatura 2020, com onze obras publicadas, distribuídas entre as categorias: Romance, Poesia, Crônicas e Contos.

O Prêmio Oceanos de Literatura em Língua Portuguesa é considerado um dos prêmios literários mais importantes entre os países de língua portuguesa, a par do Prêmio Jabuti ou Prêmio Camões, sendo considerado o equivalente lusófono do britânico Man Booker Prize, pelas semelhanças das suas regras e alto valor financeiro.

A organização é realizada pelo Itaú Cultural, e concorrem obras escritas em português publicadas em vários países. A edição 2020 tem obras publicadas no Brasil, Portugal, Espanha, Estados Unidos, Dinamarca, Moçambique e Cabo Verde.

O processo de avaliação do Oceanos é realizado em três etapas. Neste primeiro momento, um júri composto de 88 profissionais – professores de literatura, críticos literários, escritores, poetas e jornalistas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal – lê e avalia as obras inscritas para escolher as 50 semifinalistas, que serão divulgadas em agosto. Os jurados também elegem, entre si, os 14 membros dos júris das etapas subsequentes.

Veja abaixo as obras concorrentes publicadas pela Cartola Editora:

Amor amigo – Vanessa Belo, categoria Romance.
Aos amores, quase amores ou nem isso – Juliana Kaori, categoria Poesia.
Breves ensaios sobre a história de Adamantina – Tiago Alves, categoria Crônica.
Gaia: bruxas de Salém – Leticia Rosa, categoria Romance.
Giselle – Thais Rocha, categoria Romance.
O Cão Negro – Alec Silva, categoria Conto.
O dia de Saturno – Diego Mendonça, categoria Romance.
Poucos dias de uma vida – Edilaine Cagliari, categoria Romance.
Quando se (des)encontra o amor – Nilsa M. Souza, categoria Romance.
Rua M, número 58 – Matta Ribeiro, categoria Romance.
Utopia imperfeita – Thomas Omarsson, categoria Romance.

Compartilhe:

Deixe um comentário: