Talvez você nunca tenha ouvido falar na Turma do Jiló, nós também não, até que tomamos conhecimento desse projeto super bacana através da Carol Sandler, que lançou conosco o livro “Dinheiro nasce em árvore?” e acordamos que parte do valor arrecadado com o financiamento coletivo seria destinado à Turma. Após esse primeiro contato, conversamos com a Carolina Videira, fundadora da instituição, e ficamos ainda mais encantados com tudo, fechando uma parceria contínua com eles.

A Turma do Jiló é uma associação social sem fins lucrativos tendo sua gestão realizada por um conselho não remunerado que visa implementar e garantir a educação inclusiva dentro das escolas públicas. Fundada em 2015, a organização acredita que a diferença move o mundo, e por isso realiza ações em prol da inclusão para diversidade. O propósito da organização é incluir as pessoas, sem e com deficiências de qualquer tipo, em todos os ambientes, buscando assim transformar o olhar da sociedade sobre a diversidade e a inclusão por meio da educação.

A instituição realiza diagnósticos, promove cursos de capacitação inclusiva para docentes e funcionários de escolas, assegurando atendimentos psicossociais, jurídicos e assistenciais para famílias que necessitam de apoio, especialmente aquelas com pessoas com deficiência, oferecendo consultoria personalizada para a adaptação de espaços físicos da rede de ensino, visando uma educação equitativa e de qualidade.

No Estado de São Paulo, mais de 8 mil estudantes e seus familiares, além de 755 professores já foram beneficiados pelas ações da organização. A associação também leva palestras, workshops e treinamentos para instituições e empresas que precisem de apoio para trabalhar a inclusão no ambiente de trabalho.

Atualmente, a Cartola Editora destina parte dos seus recursos arrecadados para a instituição, e participa de ações pontuais, como a doação de livros infantis para escolas públicas.

Para saber mais sobre a Turma do Jiló, acesse: http://www.turmadojilo.com.br/

Compartilhe:

Deixe um comentário: