Skip to main content
Lançamentos

Lançamento: “Lilith”

By 8 de setembro de 2021No Comments

A mitologia em torno de Lilith é encontrada em muitas culturas. Na Mesopotâmia e na Babilônia, Lilith era uma divindade feminina associada aos ventos e às tempestades, que se imaginavam ser portadores de enfermidades e morte. Lilith também aparece como um demônio em crenças tradicionais islâmicas.

Com a formação dos dogmas religiosos hebraicos, a figura de Lilith foi transportada para o mito da criação humana. Segundo o Alfabeto de Ben Sirá, um dos textos que compõem a coleção de escritos rabínicos chamado Talmud, Lilith foi criada por Deus da mesma forma que Adão. Entretanto, por ter se recusado à submissão sexual, pois compreendia que deveria se relacionar de modo igualitário, já que também havia sido criada à imagem e semelhança de Deus, abandonou o Éden e passou a viver como um demônio no Mar Vermelho.

No primeiro capítulo do livro Gênesis, encontrado tanto na Torá quanto na Bíblia, Deus cria “homem e mulher” à sua imagem e semelhança e, logo no capítulo seguinte, somente Adão é mencionado.

Onde está a mulher citada no primeiro capítulo?

Gênesis 1:27 Deus criou o homem à sua imagem e semelhança; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher.

Gênesis 2:22: E da costela que tinha tomado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher, e levou-a para junto do homem.

Outra evidência de que Eva não foi a primeira mulher criada por Deus pode ser encontrada nos versículos de sua criação. Deus decide dar ao homem uma companheira “idônea”, o que sugere que alguma primeira parceira,“não idônea”, já havia sido criada:

Gênesis 2:18: E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.

Essa teoria é reforçada na fala de Adão, assim que vê Eva pela primeira vez:

Gênesis 2:23Então exclamou Adão: “Esta, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada ‘mulher’, porquanto do ‘homem’ foi extraída”.

Constando ou não de forma velada na Bíblia e no Torá, Lilith representa a figura da insurgência. A imagem da mulher que não aceitou ser subserviente à vontade divina ou à vontade dos homens.

Esta obra é composta por histórias que traçam a trajetória de Lilith, seja em sua criação, seja em seu embate com o divino e até mesmo em sua influência na humanidade atualmente.

Apoie esse projeto!

Compartilhe:

Deixe um comentário: