Category

Concursos literários

Concurso literário – Contos de fadas sombrios

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores. A antologia “Contos de fadas sombrios” será composta por uma média de 30 (trinta) contos.

Sinopse:

Era uma vez uma linda princesa, injustiçada por todos ao seu redor. Até que um belo dia ela conheceu um príncipe encantado que resolveu todos os seus problemas e eles viveram felizes para sempre. Assim se contam todos os contos de fadas de nossa infância, e não há nada mais neles além disso. Será mesmo?

Depois de algumas décadas de versões açucaradas, contemporaneamente, ao pensarmos em contos de fadas logo nos vem à mente delicadas princesas e seus finais felizes. Em sua origem, no entanto, não havia nada de doce neles. Bela Adormecida dormiu para sempre, abusada pelo príncipe; Chapeuzinho Vermelho virou comida do Lobo Mau, Cinderela deu um destino terrível a suas irmãs…

Agora é sua vez de nos contar a sua versão da história… “Contos de Fadas Sombrios” reunirá novas versões dessas histórias tradicionais, versões que resgatam essas origens sombrias, trabalhando-as de novas maneiras.

Inscrições:

15/11/2019 a 30/11/2019

Divulgação do resultado:

10/12/2019

Organização:

Thais Rocha

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.2 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (nome que quer que apareça no livro) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.3 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.4 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.5 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.6 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.8 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Envie o seu conto:

* Confira atentamente o seu Whatsapp e fique atento em seu e-mail ao término do concurso. Os selecionados que não retornarem nossas mensagens estarão cortados da antologia. Só participe do concurso se tiver REAL interesse em participar do livro.




 

Compartilhe:

Concurso literário – (Re)Existência

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores NEGROS nascidos e residentes no Brasil. O objetivo é incentivar que mais escritores negros possam contar suas histórias e suas experiências vivendo em uma sociedade ainda racista no Brasil. A antologia “(Re)Existência” será composta por uma média de 30 (trinta) contos.

Sinopse:

O Dia da Consciência Negra é celebrado no Brasil no dia 20 de novembro. Este dia está incluso na semana da Consciência Negra e tem como objetivo uma reflexão sobre a introdução dos negros na sociedade brasileira.

Foi escolhido como uma homenagem a Zumbi dos Palmares, data na qual foi assassinado, em 1695. Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, foi um personagem que dedicou sua vida lutando contra a escravatura no período do Brasil Colonial.

Em 2003, no dia 9 de janeiro, a lei 10.639 incluiu o Dia Nacional da Consciência Negra no calendário escolar. A mesma lei torna obrigatória o ensino sobre diversas áreas da História e cultura Afro-Brasileira. São abordados temas como: a luta dos negros no Brasil, cultura negra brasileira, o negro na sociedade nacional, inserção do negro no mercado de trabalho, discriminação, identificação de etnias e etc.

No mês da consciência negra, a Cartola Editora apresenta a antologia “(Re)Existência”, organizada pela autora Meg Mendes, composta por histórias tendo negros como personagens principais, onde falaremos de respeito, luta e igualdade, buscando a valorização das raízes de nosso povo, do orgulho e do poder das pessoas negras, reunindo histórias inspiradas na vida real, escritas por novos e já conhecidos escritores brasileiros negros.

A participação nesta antologia é limitada aos escritores autodeclarados negros. Vale ressaltar que, de acordo com o IBGE, a categoria “negro” abrange pessoas pretas e pardas — nomenclaturas usadas pelo próprio instituto.

Inscrições:

15/11/2019 a 30/11/2019

Divulgação do resultado:

10/12/2019

Organização:

Meg Mendes

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores NEGROS de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores precisam ser maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do WhatsApp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.2 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (nome que quer que apareça no livro) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.3 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.4 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.5 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.6 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.8 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Envie o seu conto:

* Confira atentamente o seu Whatsapp e fique atento em seu e-mail ao término do concurso. Os selecionados que não retornarem nossas mensagens estarão cortados da antologia. Só participe do concurso se tiver REAL interesse em participar do livro.




 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Possessão”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Possessão. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de contos lançada pela editora.

Abaixo temos a lista de vencedores por ordem de autor:

Alec Silva

A Coisa de Três Faces

Alec Silva

Um Exorcista Inusitado

Angela Molognoni

O Menino na Caixa de Vidro

Angela Molognoni

O Vestido

Bruny Guedes

Agnes

Davi Souza

A Rosa do Diabo

Davidson Abreu

O Primeiro Selo

Débora Araújo

Você Não Está Sozinha

Débora Araújo

Exorcizamus te, immundus spiritus

Edson Amaro de Souza

O Segredo do Padre Jônatas

Edweine Loureiro

Após o Exorcismo

Gabriel Lima Nunes

Invasão

Guilherme Aniceto

Alice

Guilherme Schrago

Falsos Profetas

Helison Cavalcante

O paraíso de Lúcifer

Henrique Ranieri Cristovão

Um ruído branco

Iolanda Silva Bianchi

A Marca do Diabo

J. Brandão

Judite

Maiky Oliveira

Costas de Sangue

Marcos Ferri

A Casa da Praia

Mario Feitosa

Mil Vozes

Pedro Martinez

Acorrentados

Pedro Martinez

União Acidental

Phillipe Silver

Legião

Priscila Morais

Lendas Esquecidas

Rafilsky Ferreira

A Possessão do Changeling

Rodrigo Ortiz Vinholo

Inquilino

Rosane Sousa

O gato

Sophia Gaspar Leite

O Demônio Espanhol

Tabatha Gagliera

Reflexões de um Demônio Trabalhador

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Concurso literário – Possessão

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Possessão” será composta por uma média de 30 (trinta) contos tendo como temática histórias de possessões e exorcismos.

Sinopse:

Existe o Mal no mundo.

Alguns dizem que o Mal é personificado em uma entidade, como o Diabo, outros dizem que é parte inerente do próprio ser humano, outros falam em espíritos obsessores. Seja qual for a verdade, o Mal existe. E quando ele domina um corpo, animado ou inanimado, espontaneamente e contra a vontade alheia, dizemos que há uma possessão.

Uma vez possuído, o corpo in tela apenas pode se livrar da entidade que o possui por meio de um ritual de exorcismo. O “Rituale Romanum”, escrito no ano de 1614 durante o papado de Paulo V, elenca todos os rituais normalmente administrados por um padre, incluindo o único ritual formal para exorcismo autorizado pela Igreja Católica Romana até o fim do século XX. O exorcismo pode ser aplicado em indivíduos, casas e demais objetos que estejam sob o domínio de entidades malignas.

Mas cuidado! Jamais pratique um exorcismo se você não sabe o que está fazendo, ou o resultado pode ser catastrófico.

Agora vão. Encontrem o Mal e façam o que deve ser feito.

“Exorcizamus te, omnis immundus spiritus, omnis satanica potestas, omnis incursio infernalis adversarii, omnis legio, omnis congregatio et secta diabolica, in nomine et virtute Domini Nostri Jesu Christi”.

Inscrições:

15/10/2019 a 31/10/2019

Divulgação do resultado:

10/11/2019

Organização:

M. Sardini

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos possuem como temática histórias envolvendo possessões e exorcismos.

2.2 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (nome que quer que apareça no livro) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.5 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Concurso encerrado!

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Segunda Guerra Mundial: a cobra vai fumar!”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Segunda Guerra Mundial: a cobra vai fumar. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de contos lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Adnelson Borges de Campos – Trincheira
Adriane Daiana Ramos de Assis – Voluntários da Pátria
Alex Alexandre da Rosa – Monte Castello
Ana Maria Carneiro Pereira de Souza – Quando Saci Pererê foi à guerra
Cacyo Mattos Nunes – Itamuru
Daiane Lúcia Schmidt – Um instante de uma vida inteira
Danilo dos Santos Disessa – Alvorada Rubra
Débora Yara de Araújo Ferreira – O Prisioneiro
Edson Amaro de Souza – Epístola aos niteroienses ou “As orelhas de Hitler”
Edson Amaro de Souza – Quando O Acre libertou a Europa
Edweine Loureiro da Silva – Momento de decisão
Fernanda Orphão Corrêa de Lima – A cobra e o Anjo
Helison Geraldo Ferreira Cavalcante – Soldados da borracha
Iris Aparecida Franco – Os Rascunhos
Jacqueline Ferreira da Silva – Quitérias
João lucas Serra Ribeiro – O “A” do galo
Jober Rocha – Uma página do meu diário de guerra na Itália
Luana Angela Lopes – Digressão
Lucas Carvalho Rezende – O húngaro brasileiro
Lucêmio Lopes da Anunciação – Dia de medo
Luis Cristiano de Souza Parente – Baeta
Mirian Ribeiro Barbosa – A guerra de verdade
Natália Krentz dos Santos – A Sombra Sobre as Colinas Verdes
Nilsa M. Souza – A face de Deus
Roberto Rodrigues da Silva – Perguntas para o nada
Schleiden Nunes Pimenta – Dorzinha de Herói
Thiago Henrique Fernandes Coelho – A espera…
Tiago Rafael dos Santos Alves – O sonho de uma Guerra
Vanessa Belo de Oliveira – Espólio

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Concurso literário – Segunda Guerra Mundial: a cobra vai fumar!

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Segunda Guerra Mundial: a cobra vai fumar!” será composta por uma média de 30 (trinta) contos tendo como temática histórias da Segunda Guerra Mundial envolvendo o Brasil de alguma forma.

Sinopse:

As forças nazistas alemãs, sob a liderança de Adolf Hitler, invadiram a Polônia em 1.º de setembro de 1939, iniciando uma série de batalhas que entraria para a História como a Segunda Guerra Mundial.

A partir de 1942, o Brasil passou a participar do conflito. A princípio, o governo brasileiro se manteve neutro, mas após alguns ataques a navios brasileiros, Getúlio Vargas entrou em acordo com o presidente estadunidense Franklin Roosevelt.

Em julho de 1944, o primeiro grupo de militares brasileiros chegou à Itália, ajudando os estadunidenses na libertação do país, que, na época, ainda se encontrava parcialmente sob o controle do exército alemão. Ao todo, foram enviados 25 mil homens da Força Expedicionária Brasileira (FEB), 42 pilotos e 400 homens de apoio da Força Área Brasileira (FAB).

No decorrer dos combates, a FEB colecionou mais sucesso do que derrotas: foram mais de 20 mil soldados inimigos capturados, além de muitos canhões, viaturas e milhares de cavalos. As baixas foram proporcionalmente inferiores às de outros exércitos que lutaram em condições similares nas mesmas regiões e sob o mesmo espaço de tempo: morreram 450 pracinhas (diminutivo de praça, ou seja, soldado), 13 oficiais e 8 pilotos, além de 12 mil feridos.

Como curiosidade, a expressão “A cobra vai fumar”, um ditado popular muito usado para dizer que algo é difícil de ser feito, mas se for, causará sérios problemas, tem sua origem durante a Segunda Guerra Mundial, como uma provocação da FEB aos pessimistas que gracejavam falando que era mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na guerra. Algumas fontes atribuem a Vargas a autoria da citação original, provavelmente uma resposta dada ainda no contexto nazifascista que era seu governo antes dos ataques ao navios brasileiros, afinal ele possuía grande simpatia a Hitler. Portanto, além de ser o lema da FEB, tornou-se ainda o símbolo de seus escudos e brasões durante a guerra.

“Segunda guerra mundial: a cobra vai fumar” reúne histórias não-contadas, ou pouco conhecidas, desses bravos combatentes brasileiros, misturando fatos e ficção, escritas por novos e já conhecidos escritores brasileiros. Uma breve viagem ao passado, para um dos momentos mais sombrios da história da humanidade, onde uma pequena participação brasileira deixou marcas eternas nas páginas dos livros e na cultura popular.

Inscrições:

15/09/2019 a 30/09/2019

Divulgação do resultado:

15/10/2019

Organização:

Alec Silva

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta. Se o(a) autor(a) abandonar o grupo antes do término do processo este será sumariamente EXCLUÍDO da futura antologia.

2 – Orientações

2.1 – Os contos possuem como temática histórias envolvendo brasileiros na Segunda guerra mundial.

2.2 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter título do conto e o nome completo do participante : “O sobrado da Rua Taylor – Rodrigo Barros.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.5 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Antes de enviar o seu conto releia minunciosamente todas as instruções para evitar ser desclassificado.

 

Concurso encerrado

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Um libreto e cem sonetos”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Um libreto e cem sonetos. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de poemas lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Alessandro José Padin Ferreira – Dorme com sede
Ana Flávia Brandão Alves – Soneto da moça do girassol
Ana Lúcia dos Santos – Tergiverso
Ana Paula Del Padre – Saudosa infância
Ana Paula Del Padre – Soneto do silêncio
Ana Terra – Soneto do amor deixado pra depois
Aparecida Batista Dias de Araújo – Soneto do Adeus (Romeu e Julieta)
Aparecida Batista Dias de Araújo – Soneto do Apaixonado
Bia R.D. Ramos – Soneto dos sonhos improváveis
Bruno Miranda – Soneto do Amor a Dois
Carol Amantino – Fogo em brasa
Catarina Canas – Procuro
Cefas Carvalho – Soneto ao amor que tem seu preço
Chievato Lerini – Luto
Chievato Lerini – O tempo e a ansiedade
Cláudio Maffei – A bolha do mal
Damião da Silva – Monstros
Danilo Diessa – Onde depositaste tua fé
Danilo Diessa- Precatórios
David Ehrlich – O sábio da montanha
Dinho Fonseca – Soneto à distância
Edilaine Cagliari – Soneto da vida simples
Edilaine Cagliari – Soneto do futuro que ficou pra trás
Ednaldo Rodrigues – Amor, amor…
Ednaldo Rodrigues – Soneto da Lua cheia
Edson Amaro de Souza – Madame Satã
Edson Amaro de Souza – São Francisco de Assis de Ouro Preto
Eduardo Barchiesi – Progresso
Eduardo Barchiesi – Simples olhar
Edweine Loureiro – Soneto a uma paixão brasileira
Elair Cabral – Canção de ninar
Ello Zerbeto – Soneto ele
Felipe Vieira – Criança da primavera
Fellipe Gualberto – Conexão Jundiaí-Bauru
Gabriela Bilangieri – Soneto da falta de empatia
Gercilí Barros – Lídia
Gercilí Barros – Sem samba e amor
Gil Mar – Solidão
Guilherme Aniceto – Ruge o vento
Hanna Carpeso – Fantasia
Hanna Carpeso – Segunda chance
Irene Curcelli – Soneto da busca
Iris Franco – O café
Jaime de Andruart – A neblina purpúrea
Jaime de Andruart – O último mortal
Jeane Tertuliano – Soneto da desilusão
Jeferson Bicudo – Soneto da confissão
João Paulo Celetino Lima – Defunto de festa
Johannes Gottlieb – Soneto de arrebatamento
Johannes Gottlieb – Soneto de decepção
Josinaldo Ferreira dos Santos – Fujamos da urbe
Journey Pereira dos Santos – O soneto do último dia
Juliana Karol de Oliveira Falcão – No sobe e desce das ondas
Juliana Karol de Oliveira Falcão – Podridão
Junior Carioca – Soneto ao meu amado Brasil
Junior Carioca – Soneto do amor platônico
Junior Sampaio – Guarapari
Leandro Carvalho Braga Soneto da busca
Leonardo Antonio Barnadas Angioletti – A flâmula flamejante
Lucrecia Welter – A beija flor ferida
Luís Parente – Soneto trivial
Luisa Cisterna – O percurso das lágrimas
M. Sardini – Esconjuro
M. Sardini – Poliamor
Márcio Fabiano Monteiro – Alexandrino
Márcio Fabiano Monteiro – Eternizar
Mardenia Maria de Sousa Magalhães – Soneto ao teu sorriso
Mari Barani – Reparação
Maria Graça Melo – Procurando inspiração
Maria Patrícia – Povo lutador
Mario Rezende – A luxúria
Matheus Grasso Kauppinem – País do futebol
Matheus Grasso Kauppinem – Quando?
Mauro André Oliveira – Um albatroz percorre a noite escura
Mônica da Silva Costa – Soneto da gratidão
Mônica da Silva Costa – Soneto da maternidade
Mônica Margaride – Sonho perdido
Nilsa M. Souza – Paixão
Olivaldo Junior – Caminho suave
Paulo Cezar – Tórtora O que restou
Paulo Cezar – Tórtora Pedra
Paulo Florindo – Um nó de dar dó
Priscila Morais – Soneto da despedida
Priscila Pettine – A melhor semeadura
Rafael – Santana Lua
Renan Caíque – Suspiros poéticos
Renato Pugliese – Razoabilidade
Rogerio Luz – Soneto da despedida
Rozz Messias – Instante de amor
Selene Sodré – História
Sérgio Hartmann – Soneto da imortalidade
Sérgio Hartmann – Soneto do amor oculto
Tatiana Alves – Nunca mais
Tatiana Alves – Soneto do amor errante
Tiago Souza – O Eros precoce
Vana Miletto – Soneto da dor
Vana Miletto – Soneto da morte
Vera Raposo – Recomeço

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Concurso literário – Um libreto e cem sonetos

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Um libreto e cem sonetos” será composta por 100 poemas em forma de soneto, com tema livre. O soneto (do italiano sonetto, pequena canção ou, literalmente, pequeno som) é um poema de forma fixa, composto por quatorze versos (linhas), divididos em quatro estrofes, sendo dois quartetos – com quatro versos – e dois tercetos – com três versos.

Os dois quartetos devem ter o mesmo par de rimas, podendo ser alternadas (abab/abab), emparelhadas (aabb/aabb) ou interpoladas (abba/abba). Nos tercetos há uma maior liberdade para as rimas variando conforme o soneto, exemplos: (cdc/ede), (ccd/dee), (cde/edc), (cdd/eec), (cdc/dcd). Normalmente, os sonetos são decassílabos ou dodecassílabos, versos com 10 sons e versos com 12 sons, respectivamente.

Veja dois exemplos de sonetos escritos por Vinicius de Moraes:

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor… não cante
O humano coração com mais verdade…
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

 

Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Inscrições:

15/08/2019 a 31/08/2019

Divulgação do resultado:

10/09/2019

Organização:

Rodrigo Barros

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta.

2 – Orientações

2.1 – Os poemas podem ser de tema livre, desde que respeitem a estrutura de um soneto.

2.2 – Os sonetos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter o nome do escritor (pode ser pseudônimo) e o título do soneto em minúsculo, por exemplo: “vinicius-de-moraes-soneto-do-amor-total.docx”;
  • O soneto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • Caso envie o soneto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) sonetos diferentes;

2.5 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos sonetos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos sonetos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – O livro terá um total de 100 (cem) sonetos. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – O livro será publicado em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos sonetos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os sonetos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Concurso encerrado

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de contos lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Alec Silva – A Marquesa e o Visconde

Alex Oliveira – O sindicato dos livros insatisfeitos

Alia Borelli – Coragem

Ana Paula Del Padre – A estação de metrô

Ana Paula Moura de Souza – Viagem de férias

Carlos Amorim – O sumiço do sol

Carlos Eugênio Sombra Moreira – A turma do Sítio em uma missão de vida ou morte

César Luis Theis – Um conto do sítio

Cleiton Willian Rodrigues – Nas terras do saci: A batalha contra a poderosa serpente

Curió – O dia em que a Tia Nastácia virou chef na TV

Curió – O sítio no Instagram

Danilo Diessa – Operação Lobato

Darlan Veit – Boi Barroso

Edgar Rocha – Avis rara

Ednan Gomes de Souza – Azedume

Edweine Loureiro – Um dia diferente

Eugênio Borges – Uma luz no fim do túnel

Fellipe Gualberto – A bobinha

Francielle Consoni – O devaneio de Narizinho

Guilherme Chedid – O mistério do olho de Emília

Hannah Carpeso – O pirulito amarelo

Joana Fraga – Emília e o caso do corpo seco

João Benedito Encerrabodes de Oliveira – O saci e a sereia

José dos Reis Santos – Mensagens via “passarex”

Julio Cesar Bergamaschi Cuzzuol – A turma do Sítio no Mundo da Lua

Lêticia Lopes – O feitiço das plantas vivas

Mari Barani – Sonhos de Narizinho

Marina Barreiros Motta – Foi só estalar os dedos…

Nicola Romano – Do Egito para o sítio

Poliana Oliveira – Pedrinho e a lamparina

Pollyana Aranha – Emília e as letrinhas fugitivas

Pollyana Aranha – Salvando Emília

Ricardo Modesto Homem – O tesouro do Pirata

Sandra Rodrigues – Um visitante do outro mundo

Simone Aubin – O casamento do boto

Thiago Fernandes – Emília na terra dos dinossauros

Thiago Fernandes – Narizinho no País das Maravilhas

Tiago Alves – O sumiço do gorro do Saci

Vicência Araújo Barbosa – A neta da Nastácia

Vinícius Reis – O sumiço da colher de ferro

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Resultado do concurso “Vozes das sombras”

Por Concursos literários One Comment

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Vozes das sombras. Os textos  selecionados farão parte de mais uma antologia lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedoras por ordem alfabética:

Adriana Daiana Ramos de Assis – Sussurros
Adriane Monteiro – Filhas de Fé
Angela Molognoni – A Floresta dos Sussurros
Beatriz Girão Albuquerque – O Caso da Mariposa
Bianca Rodrigues dos Santos Silva – Encantos de uma Bela Bruxa
Brenda de Britto Sales – A Cura
Camila Kaihatsu – Essa Bruxa Não Queimará
Claudia Aparecida dos Santos – As Asas
Daniele Ferreira Muniz Leite – Condenada
Daniele Ferreira Muniz Leite – Mulheres Livres
Edilaine Cagliari – O Espetáculo de Ana
Eduarda Manuela Freiberger Junges – Das Chamas à Eternidade
Eni Mara Barrionuevo Faria – Memórias de Deirdre
Fabiana Prieto Gonçalves da Silva – Laço Rompido
Fernanda Orphão Corrêa de Lima – A Fuga
Francine Cândido – Borboleta na Névoa
Gabriela de Oliveira Santos – A Árvore
Isi de Paula – Mulher, Cobra Pássaro
Jacqueline Ferreira da Silva – Eles Dizem
Jamile Andressa Boldrin Alves – A História de Mãe Teresa
Júlia Costa Marques – A Criança, a Bruxa e a História
Juliana Karol de Oliveira Falcão – O Trágico Fim nas Terras Tupiniquins
Juliana Karol de Oliveira Falcão – Os Meus Desgastados Pés Fritos
Manueli Lima Dias – A Carta da Bruxa
Mih Lestrange – O Gato do Quarto Sete
Natalia Mendes da Silva – Princesa de Celestia
Rafaela Oliveira Haygertt – O Sangue de Lilith
Renata Batista Figueira – Quem Tem Medo da Bruxa
Simone Lopes de Mattos – Gotas do Bem ou do Mal
Sophia Gaspar Leite – Salém
Tabatha Gagliera – Amém
Tatiana Alves Soares – Ardentes Lembranças
Thainá Christine Silva Clímaco – Helena
Thais de Castro Jury Arnoud – O Despertar de Uma Bruxa
Thais Rocha – Camomila
Ursula Lawall Britto – A Dama Diamantina
Valêska Kimberlly Albuquerque da Silva Valdivino – Os Olhos de Annabelle

Entraremos posteriormente em contato com todas as autoras individualmente. Fique atenta ao seu e-mail.

Parabéns 🎩🧡

 

Compartilhe: