Category

Concursos literários

Resultado do concurso “Um libreto e cem sonetos”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Um libreto e cem sonetos. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de poemas lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Alessandro José Padin Ferreira – Dorme com sede
Ana Flávia Brandão Alves – Soneto da moça do girassol
Ana Lúcia dos Santos – Targiverso
Ana Paula Del Padre – Saudosa infância
Ana Paula Del Padre – Soneto do silêncio
Ana Terra – Soneto do amor deixado pra depois
Aparecida Batista Dias de Araújo – Soneto do Adeus (Romeu e Julieta)
Aparecida Batista Dias de Araújo – Soneto do Apaixonado
Bia R.D. Ramos – Soneto dos sonhos improváveis
Bruno Miranda – Soneto do Amor a Dois
Carol Amantino – Fogo em brasa
Catarina Canas – Procuro
Cefas Carvalho – Soneto ao amor que tem seu preço
Chievato Lerini – Luto
Chievato Lerini – O tempo e a ansiedade
Cláudio Maffei – A bolha do mal
Damião da Silva – Monstros
Danilo Diessa – Onde depositaste tua fé
Danilo Diessa- Precatórios
David Ehrlich – O sábio da montanha
Dinho Fonseca – Soneto à distância
Edilaine Cagliari – Soneto da vida simples
Edilaine Cagliari – Soneto do futuro que ficou pra trás
Ednaldo Rodrigues – Amor, amor…
Ednaldo Rodrigues – Soneto da Lua cheia
Edson Amaro de Souza – Madame Satã
Edson Amaro de Souza – São Francisco de Assis de Ouro Preto
Eduardo Barchiesi – Progresso
Eduardo Barchiesi – Simples olhar
Edweine Loureiro – Soneto a uma paixão brasileira
Elair Cabral – Canção de ninar
Ello Zerbeto – Soneto ele
Felipe Vieira – Criança da primavera
Fellipe Gualberto – Conexão Jundiaí-Bauru
Gabriela Bilangieri – Soneto da falta de empatia
Gercilí Barros – Lídia
Gercilí Barros – Sem samba e amor
Gil Mar – Solidão
Guilherme Aniceto – Ruge o vento
Hanna Carpeso – Fantasia
Hanna Carpeso – Segunda chance
Irene Curcelli – Soneto da busca
Iris Franco – O café
Jaime de Andruart – A neblina purpúrea
Jaime de Andruart – O último mortal
Jeane Tertuliano – Soneto da desilusão
Jeferson Bicudo – Soneto da confissão
João Paulo Celetino Lima – Defunto de festa
Johannes Gottlieb – Soneto de arrebatamento
Johannes Gottlieb – Soneto de decepção
Josinaldo Ferreira dos Santos – Fujamos da urbe
Journey Pereira dos Santos – O soneto do último dia
Juliana Karol de Oliveira Falcão – No sobe e desce das ondas
Juliana Karol de Oliveira Falcão – Podridão
Junior Carioca – Soneto ao meu amado Brasil
Junior Carioca – Soneto do amor platônico
Junior Sampaio – Guarapari
Leandro Carvalho Braga Soneto da busca
Leonardo Antonio Barnadas Angioletti – A flâmula flamejante
Lucrecia Welter – A beija flor ferida
Luís Parente – Soneto trivial
Luisa Cisterna – O percurso das lágrimas
M. Sardini – Esconjuro
M. Sardini – Poliamor
Márcio Fabiano Monteiro – Alexandrino
Márcio Fabiano Monteiro – Eternizar
Mardenia Maria de Sousa Magalhães – Soneto ao teu sorriso
Mari Barani – Reparação
Maria Graça Melo – Procurando inspiração
Maria Patrícia – Povo lutador
Mario Rezende – A luxúria
Matheus Grasso Kauppinem – País do futebol
Matheus Grasso Kauppinem – Quando?
Mauro André Oliveira – Um albatroz percorre a noite escura
Mônica da Silva Costa – Soneto da gratidão
Mônica da Silva Costa – Soneto da maternidade
Mônica Margaride – Sonho perdido
Nilsa M. Souza – Paixão
Olivaldo Junior – Caminho suave
Paulo Cezar – Tórtora O que restou
Paulo Cezar – Tórtora Pedra
Paulo Florindo – Um nó de dar dó
Priscila Morais – Soneto da despedida
Priscila Pettine – A melhor semeadura
Rafael – Santana Lua
Renan Caíque – Suspiros poéticos
Renato Pugliese – Razoabilidade
Rogerio Luz – Soneto da despedida
Rozz Messias – Instante de amor
Selene Sodré – História
Sérgio Hartmann – Soneto da imortalidade
Sérgio Hartmann – Soneto do amor oculto
Tatiana Alves – Nunca mais
Tatiana Alves – Soneto do amor errante
Tiago Souza – O Eros precoce
Vana Miletto – Soneto da dor
Vana Miletto – Soneto da morte
Vera Raposo – Recomeço

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Concurso literário – Um libreto e cem sonetos

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Um libreto e cem sonetos” será composta por 100 poemas em forma de soneto, com tema livre. O soneto (do italiano sonetto, pequena canção ou, literalmente, pequeno som) é um poema de forma fixa, composto por quatorze versos (linhas), divididos em quatro estrofes, sendo dois quartetos – com quatro versos – e dois tercetos – com três versos.

Os dois quartetos devem ter o mesmo par de rimas, podendo ser alternadas (abab/abab), emparelhadas (aabb/aabb) ou interpoladas (abba/abba). Nos tercetos há uma maior liberdade para as rimas variando conforme o soneto, exemplos: (cdc/ede), (ccd/dee), (cde/edc), (cdd/eec), (cdc/dcd). Normalmente, os sonetos são decassílabos ou dodecassílabos, versos com 10 sons e versos com 12 sons, respectivamente.

Veja dois exemplos de sonetos escritos por Vinicius de Moraes:

Soneto do Amor Total

Amo-te tanto, meu amor… não cante
O humano coração com mais verdade…
Amo-te como amigo e como amante
Numa sempre diversa realidade

Amo-te afim, de um calmo amor prestante,
E te amo além, presente na saudade.
Amo-te, enfim, com grande liberdade
Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente,
De um amor sem mistério e sem virtude
Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim muito e amiúde,
É que um dia em teu corpo de repente
Hei de morrer de amar mais do que pude.

 

Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Inscrições:

15/08/2019 a 31/08/2019

Divulgação do resultado:

10/09/2019

Organização:

Rodrigo Barros

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta.

2 – Orientações

2.1 – Os poemas podem ser de tema livre, desde que respeitem a estrutura de um soneto.

2.2 – Os sonetos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter o nome do escritor (pode ser pseudônimo) e o título do soneto em minúsculo, por exemplo: “vinicius-de-moraes-soneto-do-amor-total.docx”;
  • O soneto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • Caso envie o soneto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) sonetos diferentes;

2.5 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos sonetos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos sonetos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – O livro terá um total de 100 (cem) sonetos. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – O livro será publicado em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos sonetos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os sonetos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Concurso encerrado

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo. Os textos  selecionados farão parte da nova antologia de contos lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Alec Silva – A Marquesa e o Visconde

Alex Oliveira – O sindicato dos livros insatisfeitos

Alia Borelli – Coragem

Ana Paula Del Padre – A estação de metrô

Ana Paula Moura de Souza – Viagem de férias

Carlos Amorim – O sumiço do sol

Carlos Eugênio Sombra Moreira – A turma do Sítio em uma missão de vida ou morte

César Luis Theis – Um conto do sítio

Cleiton Willian Rodrigues – Nas terras do saci: A batalha contra a poderosa serpente

Curió – O dia em que a Tia Nastácia virou chef na TV

Curió – O sítio no Instagram

Danilo Diessa – Operação Lobato

Darlan Veit – Boi Barroso

Edgar Rocha – Avis rara

Ednan Gomes de Souza – Azedume

Edweine Loureiro – Um dia diferente

Eugênio Borges – Uma luz no fim do túnel

Fellipe Gualberto – A bobinha

Francielle Consoni – O devaneio de Narizinho

Guilherme Chedid – O mistério do olho de Emília

Hannah Carpeso – O pirulito amarelo

Joana Fraga – Emília e o caso do corpo seco

João Benedito Encerrabodes de Oliveira – O saci e a sereia

José dos Reis Santos – Mensagens via “passarex”

Julio Cesar Bergamaschi Cuzzuol – A turma do Sítio no Mundo da Lua

Lêticia Lopes – O feitiço das plantas vivas

Mari Barani – Sonhos de Narizinho

Marina Barreiros Motta – Foi só estalar os dedos…

Nicola Romano – Do Egito para o sítio

Poliana Oliveira – Pedrinho e a lamparina

Pollyana Aranha – Emília e as letrinhas fugitivas

Pollyana Aranha – Salvando Emília

Ricardo Modesto Homem – O tesouro do Pirata

Sandra Rodrigues – Um visitante do outro mundo

Simone Aubin – O casamento do boto

Thiago Fernandes – Emília na terra dos dinossauros

Thiago Fernandes – Narizinho no País das Maravilhas

Tiago Alves – O sumiço do gorro do Saci

Vicência Araújo Barbosa – A neta da Nastácia

Vinícius Reis – O sumiço da colher de ferro

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente por e-mail, fique atento à sua caixa de SPAM.

Parabéns 🎩🧡

Compartilhe:

Resultado do concurso “Vozes das sombras”

Por Concursos literários One Comment

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Vozes das sombras. Os textos  selecionados farão parte de mais uma antologia lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedoras por ordem alfabética:

Adriana Daiana Ramos de Assis – Sussurros
Adriane Monteiro – Filhas de Fé
Angela Molognoni – A Floresta dos Sussurros
Beatriz Girão Albuquerque – O Caso da Mariposa
Bianca Rodrigues dos Santos Silva – Encantos de uma Bela Bruxa
Brenda de Britto Sales – A Cura
Camila Kaihatsu – Essa Bruxa Não Queimará
Claudia Aparecida dos Santos – As Asas
Daniele Ferreira Muniz Leite – Condenada
Daniele Ferreira Muniz Leite – Mulheres Livres
Edilaine Cagliari – O Espetáculo de Ana
Eduarda Manuela Freiberger Junges – Das Chamas à Eternidade
Eni Mara Barrionuevo Faria – Memórias de Deirdre
Fabiana Prieto Gonçalves da Silva – Laço Rompido
Fernanda Orphão Corrêa de Lima – A Fuga
Francine Cândido – Borboleta na Névoa
Gabriela de Oliveira Santos – A Árvore
Isi de Paula – Mulher, Cobra Pássaro
Jacqueline Ferreira da Silva – Eles Dizem
Jamile Andressa Boldrin Alves – A História de Mãe Teresa
Júlia Costa Marques – A Criança, a Bruxa e a História
Juliana Karol de Oliveira Falcão – O Trágico Fim nas Terras Tupiniquins
Juliana Karol de Oliveira Falcão – Os Meus Desgastados Pés Fritos
Manueli Lima Dias – A Carta da Bruxa
Mih Lestrange – O Gato do Quarto Sete
Natalia Mendes da Silva – Princesa de Celestia
Rafaela Oliveira Haygertt – O Sangue de Lilith
Renata Batista Figueira – Quem Tem Medo da Bruxa
Simone Lopes de Mattos – Gotas do Bem ou do Mal
Sophia Gaspar Leite – Salém
Tabatha Gagliera – Amém
Tatiana Alves Soares – Ardentes Lembranças
Thainá Christine Silva Clímaco – Helena
Thais de Castro Jury Arnoud – O Despertar de Uma Bruxa
Thais Rocha – Camomila
Ursula Lawall Britto – A Dama Diamantina
Valêska Kimberlly Albuquerque da Silva Valdivino – Os Olhos de Annabelle

Entraremos posteriormente em contato com todas as autoras individualmente. Fique atenta ao seu e-mail.

Parabéns 🎩🧡

 

Compartilhe:

Artigos acadêmicos: “2019: o ano do futebol feminino”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora e o Selo Drible de Letra dão o pontapé inicial na parceria, firmada em abril deste ano, com uma coletânea de artigos acadêmicos voltada para o futebol feminino. O objetivo é homenagear o sucesso (de público, cobertura, nível técnico e divulgação) da Copa do Mundo de 2019 e fomentar a produção e a difusão de conhecimento sobre a temática. A coletânea de artigos acadêmicos “2019: o ano do futebol feminino” será composta por até 20 (vinte) artigos.

Veja a sinopse abaixo:

Temos que amar mais e odiar menos. Ouvir mais e falar menos. Temos que saber que isso é responsabilidade de todo mundo. Todo mundo mesmo, todo mundo que está aqui e que não está aqui, ou que não quer estar aqui. Que concorda e que não concorda. A responsabilidade de fazer esse mundo um lugar melhor é nossa.” – Megan Rapinoe, capitã da Seleção norte-americana, artilheira e melhor jogadora da Copa do Mundo de 2019

A Copa do Mundo de 2019 terminou no último dia 07/07 com o tetracampeonato incontestável da Seleção dos Estados Unidos, liderada por Megan Rapinoe, Alex Morgan e Carly Lloyd. A edição deste ano foi apenas a oitava (a primeira ocorreu em 1991), já que, por décadas, governos machistas e sociedades patriarcais pelo mundo tomaram o futebol pra si, tentando a todo custo manter as futebolistas nas sombras com as mais diversas justificativas e sabotagens.

No Brasil, pela primeira vez empresas liberaram seus funcionários para assistirem os jogos da competição. O maior canal da TV aberta do país não só transmitiu (tendo excelente audiência – quase 20 milhões espectadores acompanharam a final), como fez cobertura jornalística à altura do evento. O maior centro de pesquisa acadêmica da modalidade, o Museu do Futebol (Pacaembu-SP), brindou o público com uma exposição extraordinária sobre os desafios e a luta histórica das mulheres no futebol dominado e comandado pelos homens. O álbum de figurinhas do torneio marcou presença nas bancas. A fornecedora de material esportivo da CBF inovou e fez uma linha de uniformes específico para o torneio (e não versões femininas do lançado para o masculino, como vinha acontecendo). Nunca se falou e viu tanto sobre futebol feminino, o que esperamos que seja um caminho sem volta.

A coletânea “2019: o ano do futebol feminino” pretende amplificar o sucesso da Copa, que, contra tudo e contra todos, provou que o futebol delas, tendo investimento, apoio e não sendo sabotado, tem técnica, apelo junto a patrocinadores e, sim, (muito!) interesse do público.

Inscrições:

20/07/2019 a 20/09/2019

Divulgação do resultado:

31/09/2019

Organização:

Igor Serrano

REGULAMENTO

1 – Participação

1.1 – A coletânea destina-se a autores e autoras iniciantes ou aqueles que já tenham trabalhos publicados anteriormente. Serão aceitos residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição/submissão de artigos é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos articulistas para participação na seleção/avaliação, nem, posteriormente, na publicação da coletânea;

1.3 – Todos participantes deverão ser OBRIGATORIAMENTE usuários do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra aqueles que não utilizem o referido app de contato.

2 – Formatação

2.1 – Os artigos deverão ser em língua portuguesa, inéditos e possuir temáticas relacionadas à Copa do Mundo de 2019, o futebol de mulheres[1]/futebol feminino no Brasil ou em outros países.

2.2 – Em caso de aprovação do artigo, será exigido, posteriormente, o preenchimento de declaração de ineditismo e de termo de responsabilidade anti-plágio;

2.3 – Os artigos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final deste regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

– Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Times New Roman tamanho 12; margens: superior e esquerda com 3cm, inferior e direita com 2cm. Não deverão ser usados recuos, deslocamentos ou espaçamentos antes ou depois.

O arquivo precisa conter o nome do autor e o título do artigo em minúsculo, por exemplo: “rodrigo-barros-o-sobrado-da-rua-taylor.docx”;

– Os textos deverão ser precedidos por uma folha na qual deverá constar: título do trabalho, nome do autor (ou autores), qualificação (situação acadêmica, títulos, instituição a qual pertença e principal atividade exercida) e relação da produção intelectual anterior (caso possua).

– Os artigos também deverão obrigatoriamente ser precedidos por resumo, de até dez linhas, em português em inglês. Neste, ao fim, deverão ser destacadas palavras-chave, limitadas ao número de cinco (também em português e em inglês), que expressem as ideias centrais do texto.

– As referências bibliográficas deverão conter: sobrenome do autor em letras maiúsculas; nome do autor com a primeira letra maiúscula e as demais letras minúsculas; título da obra em itálico; número da edição (a partir da segunda); local; editora (não usar a palavra editora); ano da publicação; número do volume (arábico), tomo (romano) ou série, quando for o caso.

Exemplo: SILVA, João. Direito penal. 2. ed. São Paulo: Imprensa Oficial, 2000. vol. 5, t. II.

– Destaque ao longo do texto deverão ser feitos com a utilização de itálico, nunca negrito ou sublinha. Citações de textos de outros autores até três linhas, no corpo do texto, deverão ser feitas entre aspas, sem o uso de itálico. Citações acima de três linhas, deverão ser feitas à parte com recuo, sem aspas, com espaçamento próprio.

– O artigo deverá ter no mínimo de 10 (dez) e no máximo de 20 (vinte) páginas, no formato descrito anteriormente;

– Caso seja enviado em qualquer outro formato ou especificação diferentes do aqui exigido, será AUTOMATICAMENTE DESCONSIDERADO;

2.4 – Todos autores poderão submeter até 02 (dois) artigos diferentes para avaliação, desde que ambos respeitem os requisitos aqui informados;

2.5 – Não serão aceitos artigos que sejam resenhas de livros, séries, filmes ou qualquer outra mídia. O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos artigos que possuam conteúdo pejorativo, discriminatório, ofensivo ou que incitem ódio e preconceito;

3 – Publicação

3.1 – A coletânea terá até (no máximo) 20 (vinte) artigos, de acordo com critérios de conveniência e oportunidade (definidos pela Cartola Editora e pelo Selo Drible de Letra), dentre os quais, aqueles selecionados através deste chamamento, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A coletânea será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Cartola Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos artigos no miolo da coletânea, não tendo, em nenhuma hipótese, os autores influência na escolha;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela Editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é fundamental a divulgação deste para que a meta estabelecida seja alcançada;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os artigos do livro;

3.10 – A participação dos autores, cujos artigos sejam escolhidos, só será confirmada após o recebimento do contrato devidamente assinado, bem como a declaração de ineditismo e termo de responsabilidade anti-plágio.

4 – Direitos autorais

4.1- Todos autores receberão 1 (um) exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente farão jus a percentual de direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme previsão contratual;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, todos autores receberão direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme previsão contratual;

4.3 – Todos participantes da Coletânea poderão adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

[1] KESSLER, Cláudia Samuel. Mais que Barbies e ogras: uma etnografia do futebol de mulheres no Brasil e nos Estados Unidos. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social: Porto Alegre, 2015. p. 08.

 

 

Envie seu artigo:

* Confira atentamente o seu Whatsapp e fique atento em seu e-mail ao término do concurso. Os selecionados que não retornarem nossas mensagens estarão cortados da antologia. Só participe do concurso se tiver REAL interesse em participar do livro.




Compartilhe:

Concurso literário – Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Pirlimpimpim: novas aventuras do Sítio do Pica-pau Amarelo” será composta por uma média de 30 (trinta) contos tendo como temática histórias do Sítio do Pica Pau Amarelo, inspiradas nos clássicos personagens de Monteiro Lobato. O tema é livre, desde que os personagens principais sejam necessariamente Pedrinho, Narizinho, Emília e sua turma, e claro, que as histórias sejam escritas focadas no público INFANTOJUVENIL!.

Inscrições:

15/07/2019 a 31/07/2019

Divulgação do resultado:

10/08/2019

Organização:

Janaina Storfe

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta.

2 – Orientações

2.1 – Os contos possuem como temática histórias envolvendo personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo.

2.2 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter o nome do escritor (pode ser pseudônimo) e o título do conto em minúsculo, por exemplo: “rodrigo-barros-o-sobrado-da-rua-taylor.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.5 – O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Concurso encerrado

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Toda forma de amor”

Por Concursos literários One Comment

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Toda forma de amor. Os textos  selecionados farão parte da oitava antologia lançada pela editora. A novidade é que recebemos tantos contos bacanas que a antologia sairá em dois volumes.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Alex Silva Dias – A estrela mais distante
Ana Carolina Albernaz – Rotina
Ana Isabela Soares Martins da Silva – Rua Urbano Santos, 183
Angela Cristina Molognoni de Paula – Carmem
Bárbara Leal Pippa – Eu
Bruno dos Santos Coelho – Metabolismo molusco como a seringueira
Bruno Leonardo Serra Costa – Além do arco-íris
Camila Arantes Sardinha Rodstein – Circus
Camila Diniz Moncorvo – Meu nome é Janete
Camille Dame Abreu – Prestígio
Carlos Aparecido de Souza de Amorim – O Tempo
Carol Vidal – A esperança floresce no cuidado
Celso Amancio de Melo Filho – O Garanhão da Madrugada
Danilo dos Santos Disessa – Anjos Não Tem Sexo
Diogo do Nascimento Souza – Seis anos inteiros
Ednan Gomes de Souza – Auto Recado
Ednan Gomes de Souza – Mãos
Edson Amaro de Souza – Os Patinhos Feios
Elaine de Mattos Pires – Dorinha e Ritinha
Evelyse Michelle Magalhães Fraga – Paula e Bebeto
Fabio Rodrigues Monteiro – Ao Mundo que nos Ignorou
Fernanda Pereira de Brito – Vida descolorida
Francisca Íris Cavalcante Costa – Dá pra mim!
Gabriela Bilangieri – A moça do café
Giovanna da Mata Santana Momenté Pacheco – 1973, a vida durou um dia
Giovanna da Mata Santana Momenté Pacheco – Então você percebe que uma semana é tempo demais
Guilherme Borges Chedid – Chopp e Martíni
Guilherme Ferreira Anicet – Desencontro
Humberto Faria de Lima – Des-Montada
Iris Aparecida Franco – Tereza
Jeanne de Araújo Silva – A mortalha do amor
Jonatan Magella da Silva – O casamento é uma caixinha de remédios
José Ciocca Junior – O amor é sempre o melhor motivo
José Luiz Ferreira Neto – Eu e nós
Juliana Peres dos Santos – Primeiro amor
Klethon Gomes dos Santos – Do alto da colina avistei o amor
Larissa Lopes Flois – Era terça-feira
Larissa Lopes Flois – O B é de beijo
Laura Sanábio Freesz Rezende – Até que a sorte não separe
Léa Ferro – Beijos furtivos
Lucas Souza Mendes – Homenagem
Luís Fernando Amâncio – 2032
Luiza da Conceição Araujo de Carvalho – O amor deixa marca
Mara Silva de Sousa – Verão de 89
Maria Alice Castro Monteiro – A dança
Mariana Bartolleti Storani – Arco-íris
Mariana Luppi Foster – A cidade e o tempo
Mirian Ribeiro Barbosa – Montanha russa
Naiane Nara Silva Milome Ambrosi – Meu reflexo em mim
Naiara Silva Santos – Resiliência
Natália Cordeiro de Albuquerque – Uma alma sem cicatrizes
Paula Evangelista Borges – Vaso
Rebecca Davanso Fernandes Morgado – O Segundo Número Um
Ricardo Leal Lemos – Fervedouros
Ricardo Leal Lemos – Jaime morreu
Saulo Queiroz de Araújo – Mater Gay
Schleiden Nunes Pimenta Pravesh – Farelos de Polvilho
Taisa Hayashi Isayama – Fumaça
Tarsila de Carvalho Fonseca – O gosto da chuva na manhã de domingo
Thassio Gonçalves Ferreira – Sem voz

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente. Fique atento(a) ao seu e-mail.

Parabéns 🎩🧡

 

Compartilhe:

Concurso literário – Vozes das sombras

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para AUTORAS da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritoras sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Vozes das sombras” será composta por uma média de 30 (trinta) contos escritos EXCLUSIVAMENTE por mulheres.

Veja a sinopse abaixo:

“A humanidade sempre teve medo de mulheres que voam, sejam elas bruxas, sejam elas livres”

O Malleus Maleficarum, traduzido como “O Martelo das Bruxas”, é um exemplo disso. Tido como bíblia da caça às bruxas, e de conteúdo altamente misógino, serviu como base e incentivo para a perseguição, tortura e morte de mais de cem mil mulheres na Europa, sob a acusação de bruxaria e pactos com o diabo.

Como, apesar de seus esforços, a caça às bruxas não foi capaz de deter o poderio feminino, hoje é com muito prazer que a Cartola Editora anuncia mais uma antologia, desta vez dando voz a elas, às bruxas.

A antologia “Vozes das sombras” traz de fato voz às mulheres que, por séculos, foram mantidas nas sombras. Por isso, será escrita somente por mulheres e é de gênero livre, desde que narrem personagens femininas acusadas de bruxaria.

Inscrições:

01/07/2019 a 20/07/2019

Divulgação do resultado:

31/07/2019

Organização:

M. Sardini

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritoras de língua portuguesa, sendo livre para escritoras iniciantes ou para autoras que já foram publicadas anteriormente. As escritoras podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO das candidatas para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Toda participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuária do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todas as autoras através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta.

2 – Orientações

2.1 – Os contos possuem como temática histórias envolvendo mulheres acusadas de bruxaria.

2.2 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com a autora;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter o nome do escritor (pode ser pseudônimo) e o título do conto em minúsculo, por exemplo: “rodrigo-barros-o-sobrado-da-rua-taylor.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DA AUTORA (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 10 (dez) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritora poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.5 – Não serão aceitos contos que sejam fanfics de livros, séries, filmes ou qualquer outra mídia. O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – As autoras não são obrigadas a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Toda autora receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Toda participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

Inscrições encerradas

 

 

Compartilhe:

Concurso literário – Toda forma de amor

Por Concursos literários Sem comentários

Cartola Editora lançará mais uma antologia de contos através de um concurso literário exclusivo para autores da língua portuguesa. O objetivo é incentivar que mais escritores sejam inseridos no mercado brasileiro como autores.

A antologia “Toda forma de amor” será composta por uma média de 30 (trinta) contos tendo como temática histórias LGBT. O tema é livre, desde que os personagens principais sejam necessariamente LGBT. Não basta ter um único personagem fora de contexto, a ideia é REPRESENTATIVIDADE!

Inscrições:

15/06/2019 a 30/06/2019

Divulgação do resultado:

10/07/2019

Organização:

Edilaine Cagliari

Regulamento

1 – Participantes

1.1 – O concurso destina-se a escritores de língua portuguesa, sendo livre para escritores iniciantes ou para autores que já foram publicados anteriormente. Os escritores podem ser residentes de qualquer país, desde que maiores de 18 anos;

1.2 – A inscrição é GRATUITA e NENHUM VALOR SERÁ COBRADO dos candidatos para participação no concurso, ou posteriormente, na publicação da antologia;

1.3 – Todo participante deve ser OBRIGATORIAMENTE usuário do Whatsapp, pois a organização da obra será feita em conjunto com todos os autores através de um grupo específico. Não será possível participar da obra caso não utilize a ferramenta.

2 – Orientações

2.1 – Os contos possuem como temática histórias envolvendo personagens LGBT,

2.2 – Os contos não precisam ser inéditos, podendo estar online em qualquer plataforma, ou já terem sido publicados anteriormente em outras coletâneas, sempre respeitando os direitos autorais adquiridos por outras editoras previamente, ou seja, o direito autoral do texto para a participação no concurso, precisa estar 100% com o autor;

2.3 – Os textos deverão ser encaminhados através do formulário presente ao final desde regulamento durante o período de inscrição, respeitando o seguinte formato:

  • Arquivo Word (NÃO ACEITAREMOS PDF) no tamanho A4; espaçamento 1,5 entre linhas; fonte Bookman Old Style (11); margens: superior e esquerda com 3cm; margens: inferior e direita com 2cm. O arquivo precisa conter o nome do escritor (pode ser pseudônimo) e o título do conto em minúsculo, por exemplo: “rodrigo-barros-o-sobrado-da-rua-taylor.docx”;
  • O conto precisa ter o TÍTULO e o  NOME DO AUTOR (pode ser o pseudônimo) no início do mesmo.
  • O conto precisa ter um mínimo de 02 (duas) páginas e um máximo de 05 (cinco) páginas, no formato descrito anteriormente;
  • Caso envie o conto em qualquer outro formato ou especificação este será AUTOMATICAMENTE DESCLASSIFICADO;

2.4 – Cada escritor poderá participar do concurso com até 02 (dois) contos diferentes;

2.5 – Não serão aceitos contos que sejam fanfics de livros, séries, filmes ou qualquer outra mídia. O conteúdo precisa ser 100% original;

2.6 – Não serão aceitos contos que contenham conteúdo pejorativo, discriminatório ou que incitem ódio e preconceito;

2.7 – Não serão aceitos contos em co-autoria.

3 – Publicação

3.1 – A antologia terá uma média de 30 (trinta) contos participantes. Dentre os quais, aqueles escritos pelos autores selecionados através deste concurso, podendo haver a participação de autores convidados pela Cartola Editora;

3.2 – A antologia será publicada em formato digital (e-book) em todos os canais de distribuição da Editora (ver lista AQUI);

3.3 – Caberá somente à Editora definir a arte de capa e o estilo de diagramação dos contos no miolo da antologia;

3.4 – Será realizado um financiamento coletivo para que a obra seja publicada também em formato impresso;

3.5 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa (esse valor será determinado pela Cartola Editora após a divulgação dos vencedores), o livro estará presente não só em nosso catálogo, como também estará à venda em todas as lojas online que já comercializam as obras publicadas pela editora;

3.6 – Os autores não são obrigados a participar do financiamento coletivo, mas é de suma importância sua divulgação para atingirmos a meta estabelecida;

3.7 – Se o financiamento coletivo atingir 150% ou mais da meta, efetuaremos em São Paulo um evento de lançamento do livro;

3.8 – Se o financiamento coletivo atingir 200% ou mais da meta, indicaremos a obra para livrarias físicas parceiras, cabendo a elas aceitar ou não o livro para venda;

3.9 – Será realizado um único registro ISBN com todos os contos do livro;

3.10 – A participação do autor só será confirmada após o recebimento dos contratos assinados.

4 – Direitos autorais

4.1- Todo autor receberá um exemplar do livro em formato digital (PDF) e posteriormente receberá direitos autorais sobre as vendas do e-book, conforme constará em contrato;

4.2 – Caso o financiamento coletivo atinja a meta necessária para publicação impressa, cada autor receberá direitos autorais sobre as vendas do livro físico, conforme constará em contrato;

4.3 – Todo participante da Antologia poderá adquirir exemplares com 50% de desconto (mínimo de 20 exemplares), custeando também o frete, e posteriormente comercializando a obra conforme sua conveniência.

A arte que ilustra esse artigo é de Dalton Muniz.

Concurso encerrado

 

 

Compartilhe:

Resultado do concurso “Orixás, histórias dos nossos ancestrais”

Por Concursos literários Sem comentários

A Cartola Editora divulga o resultado do concurso literário Orixás, histórias dos nossos ancestrais. Os textos  selecionados farão parte da sétima antologia de contos lançada pela editora.

Abaixo temos a lista vencedores por ordem de autor:

Alec Silva – O sonho de Amira

Alec Silva – Quem rola a pedra na pedreira é Xangô

Alexandre Torres – O amuleto da vingança

Aline Cristina Moreira – Invisível

Ana Lúcia dos Santos – O chamado de Oxóssi

Ana Sabina – A mão de todos os Orixás

Athos Guizzardi da Mata – O ardente cobre dos nove ventos

Bruny Guedes – Foi nas ondas do mar

Caliel Alves – Onde o metal não é bem-vindo

Caliel Alves – Quem é como Oxum?

Cavaleiro de Cervantes – O medalhão

Claudio Diniz – Da canção de Xangô para Iansã

Darlan Veit – Oxalá

Denise Deviller – Mães divinas

Douglas Alves – A dança libertadora D´Oxum

Fabiane Rodrigues da Silva – A menina dos olhos do mar

Hanna Carpeso – O escultor de ideias

Jacqueline Silva – Qual a diferença entre o início e o fim?

João Paulo Celestino Lima – Portal entre dois mundos

Jonas Di Andrade – A profecia de Yayá

Juliane Vicente – A lenda de Oxum

Margarete Souza – Ogum

Mari Barani – Dois de fevereiro

Meg Mendes – A senhora dos Eguns

Natália Krentz dos Santos – O orixá que virou uma estrela

Nay Rosário – Ife

Rodrigo Mesquita – A caça e o caçador

Saigon Quevedo – Apenas uma manhã

Tiago Rafael dos Santos Alves – Abegunde e a busca pelo Ogó e Exú

Yuri Colonezi – O cortejo no caminho das águas

Entraremos posteriormente em contato com todos os autores individualmente. Fique atento(a) ao seu e-mail.

Parabéns 🎩🧡

OBS: A arte que ilustra o post é de Lambuja, da Superinteressante.

Compartilhe: